Bento Gonçalves e a Rádio Difusora estão de luto: morre Alceu Salvi Souto

Com muita tristeza a Rádio Difusora recebeu na tarde desta segunda-feira, 26, a notícia da morte de um dos maiores ícones do rádio bento-gonçalvense. Alceu Salvi Souto faleceu, aos 85 anos. Ele estava internado no Hospital Tacchini em razão de problemas de saúde.

Desde 2009, Alceu era locutor da Rádio Difusora, apresentando o programa “Madrugada de Sucessos”, da meia-noite às 5h, com músicas que marcaram época, intercalando com histórias e “causos” da cidade.

Devido à pandemia, ele foi afastado de suas funções por ser considerado do grupo de risco. Foram 50 anos dedicados a radiodifusão na Capital do Vinho e uma história marcante na comunidade.

A direção da emissora decretou luto oficial de três dias.

História

Nascido em 2 de junho de 1936, o comunicador chegou de Porto Alegre para Bento Gonçalves em 1945, aos nove anos. Técnico em Contabilidade, é da primeira turma de economistas formada no município. Com o hábito de narrar jogos de futebol nas rodas de amigos, recebeu um telefonema do então diretor da Rádio Difusora, Luiz Matheus Bassotto, chamando-o para ser um dos narradores da emissora. Ali começava sua trajetória.

Em 2015, foi homenageado com Portaria de Louvor e Agradecimento em Sessão Solene na Câmara Municipal de Vereadores, juntamente com o radialista Elmo Marques, pela trajetória no Rádio. A proposição na época foi do então vereador Márcio Pilotti.

Era também escritor com obras como “Rádio Viva: Uma História de 50 anos”, “Clube Esportivo Bento Gonçalves – O alviazul da Capital Brasileira do Vinho” e juntamente com o Fabiano Mazzotti, participou em 2020 do livro “Um Século Alvi Azul”, homenagem aos 100 anos do Clube Esportivo.

Alceu foi ainda um dos escritores homenageados na 35ª Feira do Livro, no último ano, em Bento.

O local do velório e sepultamento ainda não foram informados.

 

Fonte: Central de Jornalismo da Difusora
Fotos: Acervo de família