Lojistas de Bento apostam em prazos e descontos para o Dia dos Namorados

O Dia dos Namorados está rendendo boas promoções a quem se dispuser a procurar ofertas no varejo de Bento Gonçalves. Às vésperas da data, vários lojistas reforçam suas apostas para atrair o consumidor no último fim de semana de compras que antecede a comemoração, oferecendo, principalmente, descontos ou prazo para pagamento.

Essa movimentação deve gerar bons negócios – pelo menos é o que acreditam 60% dos lojistas entrevistados pela Câmara de Dirigentes Lojistas. O levantamento mostra que eles esperam vendas de 5% e 10% maiores do que as realizadas no ano passado. Há casos, porém, que os índices chegam a 20%, como na Kinho Modas, que resolveu manter uma tática de sucesso utilizada no Dia das Mães: prazo estendido para o primeiro pagamento. “É uma campanha que vem dando certo”, diz a gerente comercial da loja, Denise Bernich. Para quem comprar para o Dia dos Namorados, o primeiro pagamento será para setembro. Além disso, a loja aproveitou a data para lançar mercadorias – duas botas – a preço único e alguns modelos de calças a preços promocionais.

Já a Collecione apostou no Dia dos Namorados para oferecer descontos em itens específicos. Casacos e jaquetas podem ser adquiridos com 20% de desconto à vista ou 10% de desconto a prazo. “Ano passado foi muito bom, mas mesmo assim estamos projetando aumento de 15% nas vendas”, diz a gerente da loja, Gabriela Paludo Balestro.

Boas perspectivas com a data também são aguardadas na Basso Modas. Até o dia 12, todos os produtos da loja estarão com 20% de desconto. “Temos que valorizar o cliente, então não adianta colocar apenas sobras na promoção porque “queima” a loja. Temos mais de 30 anos e quero manter a nossa boa imagem”, diz a proprietária, Adis Basso, que projeta aumento nas vendas em torno de 15% em relação ao ano passado.

Essa postura proativa em busca de resultados é extremamente positiva para o comércio – indicando que o varejo está trabalhando em alternativas para fomentar a retomada dos negócios. “Independentemente da conjuntura externa, precisamos continuar procurando por caminhos que nos levem ao crescimento. Cada lojista precisa encontrar formas de diferenciação que motivem o cliente a consumir em seu estabelecimento. É um movimento trabalhoso, mas que certamente traz resultados”, indica o presidente da CDL-BG, Marcos Carbone.

Fonte: Exata Comunicação