Live Educação em Tempos de Pandemia abordou estratégias para a escuta docente em Bento

Nesta sexta-feira, 26, ocorreu na página oficial do Facebook da Prefeitura a live “Educação em Tempos de Pandemia” com a psicóloga Bianca Stock.  O evento virtual contou com a presença do Prefeito Guilherme Pasin e da secretária de Educação Iraci Luchese Vasques e teve o objetivo de trazer para os profissionais da Rede Municipal de Ensino táticas que auxiliam a mitigar o isolamento social e fortalecer a saúde psíquica e os vínculos sócio emocionais de professores e alunos.

A Secretária parabenizou as equipes diretivas e os professores pelo trabalho feito por Ensino Remoto. “É um momento de abraçar nossos profissionais do Ensino. A SMED tem um retorno de várias famílias que estão felizes com o Ensino Remoto. É um momento difícil, onde, de uma hora para outra, tivemos que pensar a educação de uma forma diferente. Trabalhar com tecnologias onde alguns de nós, profissionais, estávamos acuados em utilizá-las que eram, antes, algo complementar. Saímos do nosso normal, mas estamos focados de levar a extensão da sala de aula com a mesma qualidade e comprometimento”, ressalta.

O Prefeito Guilherme Pasin salientou a força-tarefa do corpo docente de se reinventar diante da situação emergencial. “Todos os profissionais entenderam este momento e aceitaram um novo padrão que é o Ensino Remoto. É o que está ao nosso alcance para que não ocorra um hiato escolar na formação de nossos jovens. E estamos conseguindo enfrentar este problema. A minha maior gratidão a cada um dos profissionais da educação. Todos os esforços serão recompensados. E a conversa com a psicóloga Bianca Stocker busca a reflexão e entendimento do porque o que a gente está fazendo e como sobreviver ao que a natureza e a vida nos impõem. É nosso dever de compreender como a pandemia está afetando as relações entre escola, professor e aluno”.

Bianca Stock abordou o contexto da pandemia cortou abruptamente as relações e expectativas de um novo ano da vida escolar. “Todo mundo está vivendo este trauma social. Em janeiro, fevereiro, ninguém estava se preparando para viver um cenário de isolamento social dessa magnitude, com essa hipervivência familiar e as aulas interrompidas. É uma narrativa simbólica sem precedentes”, afirma.

A partir deste ponto, é preciso focar na manutenção e fortificação dos vínculos escolares por meio de ações como a escuta ativa e humanizar a Educação Remota para que não criar processos dissociativos que afetem a saúde mental e no desenvolvimento sócio emocional. “A aula remota precisa partir de uma pergunta: como vocês estão? Deixo contar como eu, profe, estou na minha casa. Essa conversa inicial faz completamente a diferença. Primeiro a gente faz a conexão afetiva e depois faço as propostas de aprendizagem. Ajuda o aluno a ter voz, a se expressar. Essa troca de falas inicial sobre como o aluno/professor estão lidando com a situação de pandemia é essencial”, ressalta a psicóloga.

Ainda, Stock observa que “não temos o controle de quanto tempo temos que ficar nesse laço social de cuidados em relação ao Coronavírus. E nisso entra, como nos fala a Base Nacional Comum Curricular, a ética do cuidado: de si, do outro e do mundo. E por isso as nossas propostas pedagógicas de manutenção de vínculo, de manter a escola viva para o aluno, e demonstrar que eles não perderam a convivência, tem como elo a escuta. É por meio dela nos humanizamos. E vivenciar essa pandemia tem efeitos diferentes para todas as idades”.

E o papel dos profissionais da Educação precisa colocar que a vida vale a pena ser vivida. “Os vínculos seguros parte deste adulto se cuidar, olhar para si mesmo, ser um repertório de perspectiva cultural e o foco em soluções e não de culpabilizações. Focar nos problemas, pensar nas soluções e participar na resolução dos mesmos. Isso auxilia a contribuir e manter a escola viva. Precisamos estar a serviço da construção cidadã e da vida”, finaliza.

Às 16:30 será realizada mais uma participação da psicóloga no facebook.com/prefeiturabento.

Fonte: Assessoria de Comunicação Social

Fotos: Divulgação/ASCOM