LDO e 20 emendas vão à votação nesta sexta-feira na Câmara de Bento

Será votado nesta sexta-feira (30) o PLO 99/2020 que dispõe sobre a Lei de Diretrizes Orçamentárias para o Exercício 2021 na Câmara de Vereadores de Bento Gonçalves. O projeto prevê um orçamento de R$ 533 milhões para o próximo ano e terá 20 emendas analisadas em plenário.

As emendas são as seguintes:

Emenda 16 – de autoria do vereador Agostinho Petroli (MDB), que retira R$ 270 mil do Poder Legislativo e destina ao fomento à Agricultura.

Emenda 17 – de autoria do vereador Agostinho Petroli (MDB), que retira R$ 100 mil do Poder Legislativo e destina ao Fundo Municipal da Criança e do Adolescente.

Emenda 18 – de autoria do vereador Agostinho Petroli (MDB) retira R$ 200 mil da Secretaria de Finanças e destina ao Fundo Municipal dos Direitos da Mulher.

Emenda 19 – de autoria do vereador Ânderson Zanella (Progressistas) que retira R$ 500 mil da Secretaria do Meio-Ambiente e destina à Secretaria de Obras para pavimentação.

Emenda 20 – de autoria do vereador Eduardo Viríssimo (Progressistas) retira R$ 400 mil da Secretaria de Finanças e destina à Proteção Social Básica.

Emendo 21 – de autoria do vereador Eduardo Viríssimo (Progressistas) retira R$ 300 mil do Meio-Ambiente e destina à Manutenção da Infraestrutura e Estrutura de eventos esportivos.

Emenda 22 – de autoria do vereador Leocir Lerin (MDB) retira R$ 100 mil do CTEC e destina ao fomento à agricultura.

Emenda 23 – de autoria do vereador Leocir Lerin (MDB) retira R$ 100 mil do CTEC e destina ao Fundo Municipal dos Direitos da Criança e Adolescente – FUNDICA.

Emenda 25 – de autoria do vereador Idasir dos Santos (MDB) retira R$ 200 mil da Administração e destina ao FUNDICA.

Emenda 26 – de autoria do vereador Eduardo Viríssimo (Progressistas) retira R$ 1 milhão das Obras e R$ 800 mil da Agricultura e destina R$ 600 mil ao Departamento de Assistência Social – Proteção Social Básica; R$ 600 mil para Proteção Social de média complexidade; R$ 600 mil para Proteção Social de Alta Complexidade.

Emenda 27 – de autoria do vereador Agostinho Petroli (MDB) retira R$ 200 mil do Poder Legislativo e destina à Manutenção e Infraestrutura de Eventos Esportivos.

Emenda 28 – de autoria da bancada do Progressistas, retira R$ 30 mil do Meio-Ambiente e destina à Proteção Social Básica – Manutenção da Proteção à Mulher.

Emenda 29 – de autoria do vereador Volnei Christofoli (Progresssistas) retira R$ 60 mil do Meio-Ambiente (Manutenção e Limpeza Pública) e destina à Construção, ampliação e reformas e escolas municipais.

Emenda 30 – de autoria do vereador Volnei Christofoli (Progresssistas) retira R$ 100 mil do Meio-Ambiente e destina à construção, ampliação e reforma de escolas municipais.

Emenda 31 – de autoria do vereador Volnei Christofoli (Progresssistas) retira R$ 300 mil da Manutenção e Frota de Veículos e inclui no departamento de Assistência Social – Proteção Social Básica; R$ 100 mil na Proteção Social de Média Complexidade e R$ 100 mil na Proteção Social de Alta Complexidade.

Emenda 32 -de autoria do vereador Volnei Christofoli (Progresssistas) retira R$ 150 mil do Meio-Ambiente e destina à construção, ampliação e reforma de escolas municipais.

Emenda 33 – de autoria do vereador Volnei Christofoli (Progresssistas) retira R$ 150 mil do Meio-Ambiente e destina à Manutenção da Proteção Integrada do Desenvolvimento do Down.

Emenda 34 – de autoria do vereador Volnei Christofoli (Progresssistas) retira R$ 450 mil das Finanças e destina à melhoria de infraestrutura Urbana e Rural (Saneamento).

Emenda 35 – de autoria do vereador Neri Mazzochin (PTB) retira R$ 300 mil do Meio-Ambiente e destina do FUNDICA.

Emenda 36 – de autoria dos vereadores Neri Mazzochin (PTB), Idasir dos Santos (MDB), Leocir Lerin (MDB), Sidinei da Silva (PSDB) e Volnei Christofoli (Progressistas) retira R$ 20 mil do CTEC e destina ao Fundo Municipal dos Direitos da Mulher.

A sessão terá transmissão ao vivo dos canais da Câmara de Vereadores no Facebook e Youtube, a partir das 8h30min.

 

Fonte: Câmara Bento