Integrantes da quadrilha que atacou banco em Monte Belo são presos

IMG-20160825-WA0069

Dentre os 34 indivíduos que foram presos nesta quarta-feira, 17, na Operação Tríade da Polícia Civil, através da Delegacia de Roubos (DR/DEIC), estavam integrantes da quadrilha liderada por Alexandre Longui da Rosa, conhecido como “Fazenda”. Ele está preso em Rio Grande desde março, quando foi recapturado após fugir do Presídio Regional de Caxias do Sul.

A ramificação da quadrilha ficava na cidade, no bairro Diamantino. Fotos e vídeos retirados do celular do líder do bando mostravam ações criminosas e ostentação de armas e dinheiro. A quadrilha foi responsável por cinco roubos: em Monte Belo do Sul no dia 25 de agosto de 2016, além dos municípios de Tupanci do Sul, Maximiliano de Almeida, Fontoura Xavier e Putinga, onde houve também uma tentativa não concretizada.

O titular da Delegacia de Roubos do Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic), delegado João Paulo de Abreu, em entrevista para Rádio Difusora, destacou que a Operação Belo, realizada em dezembro do ano passado, trouxe veiculações com as pessoas presas nesta quarta-feira.

Na época, no dia 7, cinco assaltantes de bancos eram presos em Caxias do Sul.

“A gente percebe veiculação de algumas pessoas daquela operação. São condutas graves praticadas em que pessoas são feitas de reféns. Por vezes repercute de forma negativa nos aspectos psicológicos da vitima e da própria cidade”, disse o delegado.

Ele acredita que a Polícia tenha colocado fim na quadrilha, porque “parte da organização criminosa que atacamos aquela vez foi novamente atacada”. Entretanto, não é uma certeza, pois se esperava prender pelo menos mais dez pessoas.

O foco agora é a responsabilização dos presos pelos crimes cometidos. Foram apreendidas ainda armas longas, espingardas e carabinas.

Conforme o delegado o principal alvo, Alexandre, o “Fazenda”, tatuou na perna um fuzil de estimação, armamento que ainda não foi localizado.

Ao todo foram cumpridas mais de 100 ordens judiciais, sendo 34 pessoas presas, drogas, armas e um veículo que era objeto de busca e apreensão foram apreendidos. A ação foi realizada simultaneamente nas cidades de Caxias do Sul, Flores da Cunha, São Marcos, Boa Vista das Missões Seberi, Lajeado do Bugre, Jaboticaba, Rodeio Bonito, Redentora, Teutônia, Lajeado, Esteio, Novo Hamburgo e contou com a participação de quase 400 policiais civis.

IMG-20160825-WA0058Relembre o ataque em Monte Belo do Sul

Por volta das 12h do dia 25 de agosto, quatro homens armados invadiram a agência do Banco do Brasil em Monte Belo do Sul. Foi utilizado um machado para quebrar a vidraça e ter acesso facilitado aos caixas. Um valor em dinheiro foi levado. Uma pessoa foi feita de refém e após liberada. Um vigilante levou uma coronhada.

Os bandidos chegaram a utilizar um escudo com reféns e miguelitos, que foram abandonados nas imediações durante a fuga. Uma viatura da Brigada Militar teve pneus furados.

Uma caminhonete CR-V, placas de Caxias, utilizada na ação, foi abandonada. Conforme informações a fuga teria sido efetuada em um veículo escuro. Uma aeronave é utilizada e auxilia nas buscas.
OPERAÇÃO TRIADE DESARTICULA ORGANIZAÇÕES CRIMINOSAS DE ROUBO A BANCOS NO ESTADO

 

Fonte: Central de Jornalismo da Difusora