INSS suspende 88% dos benefícios de auxílio-doença no RS

inss

Foi divulgado nesta quarta-feira (17) um novo balanço da Operação Pente-Fino do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) para combater o pagamento irregular de auxílio-doença. No Rio Grande do Sul, 88% dos benefícios analisados foram suspensos.

Foram feitas no estado 18.927 perícias em pessoas que recebem ou recebiam o auxílio-doença pago pelo Ministério do Desenvolvimento Social. Até agora, 16.622 benefícios foram cancelados. Com isso, o ministério espera economizar R$ 295 milhões por ano.

“Nós já realizamos no Rio Grande do Sul 18,9 mil perícias, mais ou menos. E dessas, 88%, ou seja, 16.622 pessoas tiveram alta. Elas foram consideradas aptas para o trabalho no momento da realização da perícia. Isso chama atenção pelo volume”, relata o secretário-executivo do Ministério do Desenvolvimento Social e Agrário, Alberto Beltrame.

Outros 1.469 auxílios-doença foram cancelados porque os beneficiários não compareceram. Se quiserem, eles podem entrar com novo pedido de concessão do benefício.