Iniciadas obras de restauração da ERS-448 na Serra

O governo do Estado, por meio da Secretaria dos Transportes (ST) e do Departamento Autônomo de Estradas de Rodagem (Daer), iniciou neste mês a restauração de 3,8 km da ERS-448. O trecho que vai do entroncamento da RSC-453 até Vila São Marcos está em obras de recuperação da pista, drenagem e sinalização. Os serviços fazem parte do Programa Restauro, financiado junto ao Banco Mundial (Bird), e tem valor aproximado de R$ 1,4 milhão.

“Esse segmento é importante para a comunidade local e para os turistas que utilizam a estrada que leva ao Caminhos de Pedra, um roteiro de sete quilômetros com dezenas de construções em pedra e madeira, localizado na Vila São Marcos, em Farroupilha”, destaca o secretário dos Transportes, Pedro Westphalen.

Para o empresário Rogério Bourscheid, proprietário de uma padaria, a restauração é aguardada com ansiedade. Ele acredita que as melhorias devem aumentar o fluxo de veículos na estrada e, consequentemente, o número de pessoas que frequentam o estabelecimento. “A expectativa é de que as vendas cresçam, até porque a rodovia também é uma alternativa para chegar a outros locais, como ao município de Pinto Bandeira”, afirma.

Os irmãos Domingos e Assunta Dariff, que moram às margens da ERS-448, compartilham da felicidade em ver a melhora na infraestrutura rodoviária. Segundo ela, o trânsito elevado de caminhões com carga pesada costumava danificar muito o asfalto. “Nem mesmo as manutenções eram suficientes para manter a pista íntegra, principalmente após períodos chuvosos”, conta. O irmão vislumbra o fim do problema após o término das obras. “Estão fazendo um trabalho muito bom. Temos a oportunidade de ver que as intervenções atingem as camadas profundas”, destaca Domingos.

O diretor-geral do Daer, Rogério Uberti, atesta a constatação do morador. “Tecnicamente, podemos afirmar que as manutenções asfálticas não eram suficientes para manter o segmento em boas condições de trafegabilidade, por isso a necessidade de uma restauração”, diz.

O trabalho na ERS-448 inclui a remoção do pavimento em pontos críticos, para a posterior reparação. Nesses locais, é feita uma recomposição e uma cobertura com concreto betuminoso à quente (CBUQ). Após, é executada uma reperfilagem com 3 cm de asfalto e, finalmente, a pista é coberta com uma capa asfáltica de 4 cm. Os serviços devem ser concluídos ainda neste ano, quando será instalada a sinalização provisória a fim de preservar a segurança dos usuários da via.

Além da ERS-448, o lote 13 do Programa Restauro já recuperou duas rodovias da Serra Gaúcha em 2017: a ERS-431 (ponte sobre o Rio Taquari – Dois Lajeados) e a VRS-813 (Farroupilha – Desvio Blauth). Ao todo, são 30,8 km de extensão e um investimento de R$ 12 milhões.

Acordo de Resultados

O Programa Restauro está entre as prioridades do Acordo de Resultados. Assinado por todas as secretarias e vinculadas, ele consiste no acompanhamento dos projetos definidos como prioritários para serem executados pelo governo do Estado e envolve o planejamento de indicadores de desempenho, ações e eficiência da gestão.

Essa rede de governança prioriza as demandas da sociedade, com o objetivo de construir um governo mais eficiente na aplicação de recursos, mais ágil e menos burocrático, que, de forma transparente, dialogue com a população e entregue serviços de qualidade.

Fonte: Daer