Índios colocam fogo em alimentos e materiais doados em Flores da Cunha

terreno (6)

A passagem de cerca de 40 indígenas em Flores da Cunha nos últimos 30 dias apresentou diversas preocupações para a comunidade e o poder público. Na última quarta-feira, dia 10, eles saíram da cidade, mas deixaram para atrás diversas irregularidades, como depredação dos banheiros e das casinhas no Parque da Vindima, cortes de árvores, além de atearem fogo em diversos objetos e alimentos que foram doados pela comunidade.

No terreno que eles se instalaram (estacionamento do parque) foram encontradas bicicletas, roupas e alimentos queimados. A situação foi confirmada por vizinhos do bairro Vindima.

“Eles saíram na madrugada e logo pela manhã percebemos o fogo, fui até o local e encontrei brinquedos, panelas, madeiras, cadeiras, comidas, bebidas, tudo sendo queimado. Consegui recuperar algumas coisas, mas boa parte acabou sendo destruída. Foi uma vergonha o que eles fizeram aqui em Flores da Cunha, eu não atendia mais eles, porque mandavam as crianças toda hora pedir comida e bebidas” afirma o morador Avelino Catuzzo, de 65 anos.

Conforme a Secretaria de Desenvolvimento Social os indígenas vieram da cidade Charrua, e estavam comercializando artesanatos. O Conselho Tutelar também recebeu denúncias que as crianças estavam sendo utilizadas para pedir dinheiro e na venda dos materiais.

O Secretário Ricardo Espíndola Silva destaca que a comunidade deve auxiliar nesses casos através do órgão público. “Realizamos um cadastro e tentamos auxiliar da melhor maneira os índios quando chegam na nossa cidade, alertamos a população para realizar doações através da secretaria, para evitar desperdícios como ocorreu nesta semana” ressalta Ricardo.

Fonte: Prefeitura de Flores da Cunha