Inaugurada a primeira agroindústria familiar de vinho colonial em Bento

9073184e-f0d5-46d0-975b-f02842c2b461

Em evento realizado no final da tarde desta segunda-feira, 5, inaugurou oficialmente a Agroindústria Familiar de Vinho Colonial Piccola Cantina, junto a propriedade de Auri e Diva Flamia, na comunidade São Valentim 96, Linha Ferri, em Faria Lemos. O registro já havia sido entregue no final de janeiro, em evento em Nova Pádua, quando abriu a colheita da uva no RS.

O ato contou com a presença do secretário do Desenvolvimento Rural, Pesca e Cooperativismo, Tarcisio José Minetto, do deputado estadual, Elton Weber, além de representantes das entidades envolvidas com o projeto como Ibravin, Emater, Embrapa Uva e Vinho, Seapi/RS e Mapa e Instituto Federal do Rio Grande do Sul (IFRS) e Prefeitura Municipal. Representando a Câmara de Vereadores, o presidente Moisés Scussel Neto, além de dirigentes sindicais, agricultores e moradores da comunidade.

Com a inauguração, o produtor poderá vender em feiras, cooperativas ou na propriedade utilizando apenas o talão de produtor rural para a emissão de nota, sem a necessidade de abrir uma empresa.

Os viticultores interessados precisam estar enquadrados como agricultores familiares, com comprovação por meio da Declaração de Aptidão ao Pronaf (DAP), estar inclusos no Programa Estadual da Agricultura Familiar e produzir até 20 mil litros com uvas próprias. Outra exigência do projeto é que pelo menos 70% das uvas utilizadas sejam colhidas na mesma propriedade.

O projeto que regulamenta a produção de vinhos artesanais no País foi aprovado pela Câmara dos Deputados ainda em 2015. O autor da matéria foi o deputado Alceu Moreira (PMDB).

 

Fonte: Central de Jornalismo da Difusora