IBGE realiza segunda fase de treinamentos para o Censo Agropecuário 2017 em Bento

Nesta semana iniciou em Bento Gonçalves o período de treinamento dos supervisores do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), para a realização do 10º Censo Agropecuário, que ocorre a partir de 1º de outubro e tem previsão de se estender até o final do mês de fevereiro.

Nesta etapa, que é a segunda do Censo Agro 2017, é realizado treinamento dos supervisores, que por sua vez treinarão os agentes. Na última etapa, os agentes treinarão os recenseadores. Estes, por sua vez irão percorrer os estabelecimentos agropecuários para a coleta de dados.

A coleta inicia no dia 1º de outubro com os recenseadores percorrendo os estabelecimentos agropecuários, munidos de um smartphone, para a coleta eletrônica, um colete, boné e crachá identificador.

Cada município é separado em setores, cobertos por determinado recenseador. Para o coordenador estadual  de Pesquisas Agropecuárias do IBGE, Cláudio Santana a meta é não deixar nenhum dos estabelecimentos cadastrados de fora da coleta de dados “o recenseador irá receber um mapa digital e nesse mapa estará o percurso que ele tem de fazer dentro da rota delimitada, e que ele não deixe nenhum estabelecimento de fora, nós temos que visitar todos os estabelecimentos” argumentou.

Em caso de o recenseador não encontrar ninguém que possa responder por determinado estabelecimento agropecuário, será feito um registro e em outra data o profissional retorna ao local para a coleta de dados.

As informações do questionário são sigilosas e ele é formado por dois grupos de respostas: um sobre a caracterização do estabelecimento agropecuário em si, com perguntas como o tamanho da propriedade, a tecnologia e o maquinário empregado, a distribuição de terras, entre outras; e outro com relação ao produtor, com dados como idade e escolaridade .

A estimativa é que o Censo Agro 2017 colete dados de mais de 5,3 milhões de estabelecimento em todo o Brasil. Sós no Rio Grande do Sul a meta é chegar a 425 mil.

Fonte: Central de Jornalismo da Difusora

Fotos: João Paulo Kolassa