Hospital São Pedro assume a gestão do Samu em Garibaldi

No começo deste mês de março, no último dia 6, os vereadores de Garibaldi aprovaram o Projeto de Lei que autoriza o Município a firmar um convênio com o Hospital Beneficente São Pedro, para que este efetue cessão de uso por 12 meses, podendo ser prorrogado, da administração do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência).

A empresa que prestava serviços para o Samu (unidade básica) totalizava o valor de R$ 42.866,40 mensais. Com o convênio, uma espécie de Parceria Público Privada, o custo cairá para R$ 38.000,00.

“A ideia vem de Portugal, onde se começou através das Parcerias Público-Privadas, tornar mais eficiente o serviço. As Santa Casas foram os pilares”, comentou o diretor executivo do Hospital São Pedro de Garibaldi, Rangel Carissimi.

A Unidade Básica do Samu de Garibaldi, que conta com quatro condutores, quatro técnicos, dois folguistas e um enfermeiro, iniciou assim a o período de gestão. O atendimento é o mesmo, através do 192, e com a mudança no “controle”, a economia para a Prefeitura durante um ano pode chegar a R$ 72 mil, valor revertido para população.

A secretária de Saúde da Prefeitura de Garibaldi, Simone Agostini de Moraes, aponta que “havia uma contratação terceirizada com todos os encargos sociais. Pelo Hospital ser filantrópico, com isenção de alguns impostos, já haveria economia na composição da equipe”, disse.

A coordenação assim passou para o Hospital, que deve realizar as prestações dos serviços constando os atendimentos. Caberá a Prefeitura fiscalizar.

Fonte: Central de Jornalismo da Difusora