Governo indefere recurso e Serra é classificada na bandeira vermelha no distanciamento controlado

A macrorregião da Serra Gaúcha teve seu recurso indeferido pelo gabinete de crise do Governo do Estado e permanece na bandeira de cor vermelha, de alto risco epidemiológico para a disseminação do coronavírus, na classificação definitiva da 30ª rodada do distanciamento controlado. O recurso foi encaminhado no último sábado, pelo Observsatório da Saúde, através da Associação dos Municípios da Encosta Superior Nordeste (Amesne).

Em transmissão ao vivo realizada através das redes sociais do Piratini, o governador Eduardo leite anunciou que apenas duas regiões COVID, tiveram seus recursos deferidos: Cachoeira do Sul e Guaíba. A equipe técnica rejeitou os pedidos das regiões de Capão da Canoa, Taquara, Santo Ângelo, Santa Rosa, Passo Fundo, Caxias do Sul, Santa Maria, Porto Alegre e Bagé. As demais regiões não contestaram a classificação do mapa preliminar.

Além disso o governador anunciou a suspensão do modelo de cogestão, o qual foi criado em agosto deste ano e possui regras intermediárias entre as bandeiras laranja e vermelha, mas anunciou algumas mudanças nos protocolos de bandeira vermelha. A Amesne havia informado no último sábado, que adotaria o modelo de cogestão caso o recurso fosse indeferido.

Além da suspenção do modelo de cogestão, Leite ainda sugeriu uma série de medidas para tentar conter a disseminação da Covid-19:

– Reforço das ações de comunicação;

– Apoio da Brigada Militar às fiscalizações e criação de canal para encaminhamento de denúncias de aglomeração;

– Suspensão de eventos festivos de fim de ano, inclusive de empresas e condominios;

– Incentivo à restrição de reuniões privadas e familiares, com recomendação de um máximo de 10 pessoas nessas ocasiões;

– Eventos sociais como festas, formaturas e casamentos estão vedados;

– Mudanças na bandeira vermelha, com o fim da cogestão. Comércio poderá funcionar, mas com limite de funcionamento até 20h.

Veja o mapa definitivo em https://distanciamentocontrolado.rs.gov.br

Regra 0-0

Na 30ª rodada, o RS tem 10.725.854 habitantes, o que corresponde a 94,7% da população gaúcha (total de 11,3 milhões de habitantes), em bandeira vermelha, distribuídos entre os 466 municípios (do total de 497) classificados como de alto risco de contágio de coronavírus.

Desses, 194 municípios (861.438 habitantes, 7,6% da população gaúcha) podem adotar protocolos de bandeira laranja, porque cumprem os critérios da Regra 0-0, ou seja, não têm registro de óbito ou hospitalização de moradores nos últimos 14 dias, desde que a prefeitura crie um regulamento local.

Dos 31 municípios em bandeira laranja (603.751 habitantes, 5,3% da população gaúcha), 13 se encaixam na Regra 0-0. Isso equivale a 68.962 habitantes (0,6% da população do RS).

Clique aqui e acesse a lista de municípios que se enquadram na Regra 0-0

RESUMO DA 30ª RODADA

BANDEIRA VERMELHA (19)
Novo Hamburgo (em cogestão)
Passo Fundo (em cogestão)
Capão da Canoa (em cogestão)
Canoas (em cogestão)
Ijuí (em cogestão)
Palmeira das Missões (em cogestão)
Erechim (em cogestão)
Uruguaiana
Santa Maria (em cogestão)
Lajeado (em cogestão)
Santo Ângelo (em cogestão)
Santa Rosa (em cogestão)
Cruz Alta (em cogestão)
Bagé
Taquara (em cogestão)
Santa Cruz do Sul (em cogestão)
Pelotas (em cogestão)
Caxias do Sul (em cogestão)
Porto Alegre (em cogestão)

BANDEIRA LARANJA (2)
Cachoeira do Sul (em cogestão)
Guaíba

Clique aqui e acesse o levantamento completo da 30ª semana do Distanciamento Controlado após a avaliação dos pedidos de reconsideração