Governo entrega ônibus e armamentos para reforço do sistema prisional do RS

Em mais uma iniciativa no eixo Investimento Qualificado do programa RS Seguro, o governo do Estado realizou, na manhã desta terça-feira (6/7), no Centro Administrativo Fernando Ferrari (Caff), a entrega de 20 fuzis, 150 espingardas e seis ônibus para reforçar o trabalho da Superintendência dos Serviços Penitenciários (Susepe), vinculada à Secretaria da Administração Penitenciária (Seapen).

“No dia seguinte à formatura de novos 426 agentes penitenciários e agentes penitenciários administrativos, nos reunimos novamente com a Secretaria da Administração Penitenciária para fazer entregas importantes de investimentos em armamentos e viaturas para reforçar o funcionamento do nosso sistema prisional, que é estratégico dentro da segurança pública”, destacou o governador Eduardo Leite.

“Afinal, segurança pública passa pelo policiamento ostensivo nas ruas, mas também pelo sistema prisional, que a população acaba não vendo, mas que é estratégico para que quem cometeu crime cumpra a sua pena e também passe pelo processo de ressocialização”, acrescentou.

Com recursos próprios, o Estado adquiriu 20 fuzis de calibre 556 e 150 espingardas de calibre 12, que serão distribuídas por todo sistema prisional gaúcho, bem como aos Grupos de Intervenção Regional da Susepe.

“É um reforço importante no importante trabalho que a Susepe exerce em todo o RS, tanto para o transporte seguro de presos, com os veículos, quanto os armamentos para a proteção das nossas unidades prisionais e auxiliar no deslocamento de detentos”, afirmou o secretário da Administração Penitenciária, Mauro Hauschild.

Os seis ônibus adaptados para o transporte de até 28 presos, equipados com cela, circuito fechado de televisão, sinalização acústica e visual, ar-condicionado e compartimento de escolta, foram recebidos do Departamento Penitenciário Nacional (Depen), vinculado ao Ministério da Justiça e Segurança Pública. Cada veículo custou R$ 400 mil – adquiridos com recursos do Fundo Penitenciário Nacional –, totalizando uma doação de R$ 2,4 milhões.

Começamos este projeto pelo Rio Grande do Sul, que é um grande parceiro, para tentar auxiliar nas demandas que o Estado mais precisa”, disse o agente federal de execução penal, Helder Antônio Jacoby dos Santos, representante do Depen na entrega.

O Estado não teve contrapartidas para a aquisição dos veículos. O único custo do governo gaúcho foi no pagamento de R$ 109.790 na contratação de caminhão-cegonha para o transporte dos ônibus de São Paulo para Porto Alegre.

A partir de agora, os seis ônibus serão distribuídos para o Núcleo de Segurança e Disciplina, e para a 4ª Delegacia Penitenciária Regional (sede em Passo Fundo), 6ª delegacia (Santana do Livramento), 7ª (Caxias do Sul) e 9ª (Charqueadas).