Fior presta contas do semestre e anuncia instalação de nova empresa em Santa Tereza

O prefeito de Santa Tereza, Gilnei Fior (PMDB), concedeu entrevista para Rádio Difusora 890, onde realizou um balanço do primeiro semestre de sua gestão. O objetivo foi de prestar contas para a população, além de compartilhar informações como um superávit de cerca de R$ 500 mil durante o período, a manutenção dos serviços básicos na saúde, pintura de estruturas, e anunciou investimentos para o município. Uma empresa do setor de agropecuária irá se instalar em Santa Tereza, com um projeto de R$ 25 milhões.

“Fizemos algumas pequenas obras importantes, como pintura do prédio da Prefeitura, reforma em paradas de ônibus, banheiro público”, entre outras ações, destacou Fior.

Para se ter uma ideia, a Prefeitura ainda cadastrou 14 projetos entre as esferas Estadual e Federal, como a aquisição de maquinário. O município busca uma nova retroescavadeira hidráulica. O prefeito recordou ainda reformas que foram feitas em Escolas do interior, a manutenção de cursos existentes e investimento em segurança com monitoramento. A confirmação de recursos para um loteamento residencial e a definição de uma equipe destinada a focar o desenvolvimento do turismo.

Como o projeto que Santa Tereza tem trabalhado para a viabilização da Rota do Pão e do Vinho. O assunto foi pauta de reuniões entre os municípios envolvidos durante os seis primeiros meses do ano e será pauta, dia 18 de agosto, de audiência pública em Bento Gonçalves. A luta por um efetivo mínimo da Brigada Militar foi outra busca do Poder Público.

Gilnei reconheceu um problema na área da saúde, com o pedido de demissão do médico que prestava atendimento. Além disso, a médica cubana do programa Mais Médicos está em férias. Tentou-se acionar o segundo colocado em concurso, mas não houve interesse. “Infelizmente é contra a minha vontade, mas por enquanto, temos que agradecer a UPA de Bento Gonçalves pelo suporte. Esperamos resolver até a segunda quinzena de agosto”, disse.

Na área da agricultura o foco é a busca de instalação de poços artesianos para melhorar o abastecimento em determinadas localidades.

Nova Empresa

O prefeito Fior ressaltou que foram visitadas entre 40 e 50 empresas, na busca de instalação no município. E, em primeira mão, anunciou que foi fechado na última semana com uma empresa do setor agropecuário que projeta desembarcar em Santa Tereza.

Readequação Administrativa

Gilnei encerrou a conversa com a Difusora lembrando de um projeto que dispõe sobre a adequação e composição da Administração, seguindo orientação do Tribunal de Contas do Estado. Trata-se de ajustes de nomenclaturas em funções dentro da Prefeitura.  O projeto teve a dispensa de estudo de impacto financeiro, pois não ocorre sinalização de aumento de despesa.

O único aumento, de acordo com o prefeito, é na carga horário do procurador jurídico do Município, de 8h para 20h. “A razão é que quero ter mais segurança. Para poder deixar o nosso compromisso adequado com o município e ter garantia naquilo que faço”, concluiu.

O projeto será votado na próxima sessão na Câmara de Vereadores, dia 1º de agosto.

 

Fonte: Central de Jornalismo da Difusora