Farroupilha: Romaria Votiva de Nossa de Caravaggio ocorre nesta terça, dia 2

Programação será transmitida pelas redes sociais do Santuário

A 121ª Romaria Votiva de Nossa de Caravaggio, em Farroupilha, ocorre neste 2 de fevereiro em formato reduzido em virtude da pandemia, mas promete ser igualmente emocionante e marcante. Isto porque desta vez não haverá bênção às máquinas agrícolas, ponto alto da celebração, nem o almoço festivo na comunidade, mas o lema do evento dá o tom de humanidade necessário para o momento: “Curar a vida e cuidar da criação. Nossa Senhora de Caravaggio, rogai por nós!”.

Também não haverá exposição dos frutos dos agricultores no entorno do Santuário, outra mudança na programação que se fez necessária para tentar não promover nenhum tipo de aglomeração de fiéis. A 121ª Romaria Votiva de Nossa Senhora de Caravaggio é realizada para festejar a colheita dos agricultores da região, para agradecer e pedir proteção à Nossa Senhora.

Neste ano, o calendário do evento começou com novena no dia 24 de janeiro, sempre com celebrações ministradas no Santuário. As comunidades do entorno participaram das missas ofertando frutos, resultado de um trabalho árduo e valoroso, e ouviram atentas às palavras de padres do Santuário de Caravaggio e da Diocese de Caxias do Sul.

“Quando o agricultor chega ao Santuário na Romaria Votiva com o fruto do trabalho, do cansaço e da entrega dele, ele pode enxergar o resultado disso: está nas mãos dele o fruto, o alimento, o resultado. Espera-se que este trabalho possa ser reconhecido no preço e na valorização no mercado”, afirma o reitor do Santuário, padre Gilnei Fronza.

A HISTÓRIA

No final do século 19, Caravaggio (Farroupilha – RS) e comunidades dos arredores foram castigadas com uma forte estiagem. Foram mais de seis meses sem chuva. No dia 2 de fevereiro de 1899, decidiu realizar-se uma procissão para implorar a graça da chuva. O povo foi, a pé, de várias comunidades vizinhas para uma caminhada de oração e penitência, afim de suplicar a intercessão de Nossa Senhora.

No mesmo dia, ocorreu uma chuva torrencial que marcou profundamente o povo de toda a região. A chuva foi recebida como uma graça extraordinária concedida por Deus, pela mediação de Nossa Senhora. O padre e os paroquianos emitiram o voto de ser feita todos os anos, em fevereiro, uma festa de agradecimento à Nossa Senhora pela graça da chuva. É assim denominada a festa votiva (ou romaria votiva), que ocorre no dia 2 de fevereiro.

Programação 2 de Fevereiro

8h, 10h30min, 15h e 17h – Santa Missa

18h – Santo Terço

As missas serão transmitidas pelas redes sociais do Santuário (Facebook, Instagram e YouTube).