Extensão da BR-448 ganha Frente Parlamentar na Câmara dos Deputados

Com o objetivo de manter a mobilização permanente quanto a necessidade das obras de extensão da BR-448 em 18,7km, a Câmara dos Deputados instalou no começo da tarde desta quarta-feira (05), a Frente Parlamentar em Defesa da Extensão da BR-448. A iniciativa é do deputado federal Lucas Redecker, que já havia instalado a mesma frente parlamentar na Assembleia Legislativa gaúcha, no período em que foi deputado estadual. Na mesma solenidade ocorreu o lançamento também das Frentes Parlamentares Mistas pela Conclusão da BR 470 e BR 285, de iniciativa do deputado federal Ronaldo Santini.

“Nunca avaliamos quanto perdemos por não ter feito uma obra. Infelizmente, aqui no Brasil, obras grandes como a duplicação da BR-116, ponte do Guaíba, duplicação da BR-386 e tantas outras estão atrasadas, pois deveriam ter sido feitas há 20 anos. Nós perdemos economicamente por deixar de atrair investimentos, de escoar a nossa produção e com o descaso e falta de planejamento. Como diz o ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, investimos em diversas obras, mas não priorizamos nenhuma”, afirmou Redecker.

O parlamentar disse que respeita as obras que foram priorizadas pelo ministério para serem concluídas, mas que quer estar pronto para quando surgir a oportunidade de realizar a obra, seja através de recursos da União ou concessão privada. Ele citou levantamento feito pela Câmara da Indústria Comércio e Serviços de Portão, que aponta que entre 2018 e 2025, caso as obras estivessem prontas, poderiam ser economizados 152 mil horas no trânsito, R$ 631 milhões com redução de acidentes e mais de R$ 1 bilhão em combustíveis. “Nós sabemos das dificuldades financeiras e dos desafios, mas tanto eu como o deputado Santini temos como prioridade dos nossos mandatos finalizar ou conseguir a extensão dessas três rodovias (BR-448, BR-470 e RS-285).

Redecker ainda agradeceu ao Ministério da Infraestrutura e ao DNIT (Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes), que informaram recentemente a disponibilidade dos recursos necessários para a realização do EVTEA (Estudo de Viabilidade Técnica, Econômica e Ambiental), com custo estimado de R$ 29 milhões. A expectativa do DNIT é de que ele seja concluído até o fim do ano.

Saiba mais sobre a extensão a BR-448

O lote 2, como é chamado pelo Departamento Nacional de Infraestrutura de Transporte (Dnit), pretende ampliar a rodovia em 18,7 quilômetros a partir do quilômetro 6, em Esteio, até a RS-240, em Portão, no Vale do Sinos. O Estudo de Viabilidade Técnica, Econômica e Ambiental (EVTEA) está aos cuidados do Dnit e do Consórcio Magna-Enecon, com custo estimado de R$ 1 milhão. O levantamento técnico também contempla o Lote 3 de expansão da Rodovia do Parque, que vai da RS-240, em Portão, até a BR-116, em Novo Hamburgo. A estimativa é de que a obra custe R$ 1 bilhão.

Em abril, o superintendente do DNIT, Delmar Pellegrini Filho, confirmou para o deputado Lucas Redecker que estão disponibilizados os recursos necessários para a realização do EVTEA da extensão da BR-448, em 18,7 quilômetros. No ano passado, uma emenda de bancada já havia disponibilizado R$ 10 milhões dos R$ 29 milhões necessários para a realização do EVTEA.

Atualmente, cerca de 140 mil veículos trafegam por dia na BR 116, na região da Sharlau, em São Leopoldo. “Se a extensão da BR 448 estivesse pronta, seriam 40 mil veículos a menos circulando justamente nesse que é um dos pontos mais congestionados da rodovia diariamente”, argumenta o deputado.

 

Fonte: Gabinete deputado Lucas Redecker