Estatísticas apontam queda de latrocínios no Estado no começo de 2018

 

Os crimes contra a vida mantiveram, no primeiro bimestre de 2018, a tendência de queda registrada em 2017 no Rio Grande do Sul. O balanço dos dados estatísticos da criminalidade, apresentado pela Secretaria da Segurança Pública (SSP) nesta segunda-feira (12), aponta redução de 63,9% nos índices de latrocínio e 34,5%% nos homicídios, em comparação ao mesmo período no último ano.

Ao todo, 16 indicadores compõem a divulgação oficial da SSP. Eles representam os crimes de maior potencial ofensivo contra a vida e contra o patrimônio. Pela primeira vez, todos índices avaliados registraram queda em âmbito estadual.

Confira os outros 14 indicadores:

– Furto: -16%
– Roubo: -22,5%
– Furto de veículos: -16,2%
– Roubo de veículos: -11,9%
– Abigeato: -30,8%
– Furto de banco: -29,6%
– Roubo de banco: -42,9%
– Roubo de usuários de transporte coletivo: -60,7%
– Roubo de profissionais de transporte coletivo: -32,9%
– Roubo de comércio: -38,5%
– Furto de comércio: -26,7%
– Ameaça contra mulheres: -9,7%
– Estupro de mulheres: -16,3%
– Lesão corporal contra mulheres: -7,9%

Dados em Bento Gonçalves

Até o dia 28 de fevereiro deste ano, já haviam sido registrados em Bento Gonçalves sete homicídios (atualmente o número já está em 11). Ao final do primeiro bimestre do ano, ainda houve o registro de 176 ocorrências de furtos, 61 assaltos, 24 casos de estelionato, 14 casos de posse de entorpecentes e 20 casos de tráfico.