Estado faz primeiro repasse à saúde após quitar folha dos servidores

Com a transferência de R$ 42 milhões nesta sexta-feira (10), a Secretaria da Fazenda efetua o primeiro repasse para a área da saúde após quitar a folha de janeiro dos servidores do Poder Executivo. Os recursos serão destinados em maior parte ao custeio de hospitais conveniados com o Estado. A cota mensal destinada à saúde gira em torno de R$ 174 milhões, mas em janeiro este valor chegou a R$ 220 milhões, incluindo os convênios com municípios e fornecedores de medicamentos.

Outro compromisso que está sendo pago nesta sexta-feira se relaciona com as consignações bancárias, que totalizam R$ 132,6 milhões. São débitos autorizados pelo próprio servidor na sua renda mensal, como empréstimos e contratação de serviços de seguros e outros. Desde o início de fevereiro, o Tesouro do Estado já destinou R$ 33 milhões para cobrir os juros pela utilização dos depósitos judiciais. Já para atender os bloqueios judiciais de RPV’s e medicamentos, foram destinados mais R$ 13 milhões neste período de dez dias.

A folha líquida de janeiro do Executivo chegou a R$ 1,172 bilhão e foi quitada integralmente no último dia 1º. Na virada do mês, 95% dos servidores (ativos, inativos e pensionistas) já estavam com seus salários integralizados, juntamente com a segunda parcela do 13º salário de 2016, o que representou o desencaixe de mais R$ 102 milhões. O salário dos servidores celetistas vinculados às fundações foi pago no dia 3, somando outros R$ 26 milhões.

 

Informações do Palácio Piratini

Foto: Arquivo Palácio Piratini