Espumantes brasileiros ganham destaque na Hungria

André Peres Jr - Vinagora 2017

Concurso VinAgora, realizado em Budapeste, avaliou amostras de 15 países

O Brasil continua erguendo brindes ao seu desempenho dos seus vinhos nos concursos internacionais. Entre as 556 amostras degustadas no concurso VinAgora, realizado em Budapeste, na Hungria, dois espumantes brasileiros conquistaram os sentidos dos jurados e retornaram com uma medalha de Ouro e outra de Prata. O evento, que ocorreu entre os dias 16 e 19 de junho, reuniu 46 avaliadores de 13 países.

O enólogo e vice-presidente da Associação Brasileira de Enologia (ABE), André Peres Jr., esteve no concurso representando o Brasil e destaca a importância do evento, tradicional para o setor vitivinícola húngaro. “Esse concurso sempre reúne um grande número de amostras de vinhos húngaros, sérvios e eslovacos, mas a participação de amostras vindas de todo o mundo tem crescido. A organização conta com uma grande equipe de jurados e um sistema informatizado único, focado não somente na pontuação, mas também na descrição do produto”, resume.

O envio de amostras para concursos nacionais e internacionais é realizado pela ABE, que há mais de duas décadas cumpre seu papel na divulgação dos vinhos e espumantes produzidos no Brasil.

ESPUMANTES PREMIADOS
Medalha de Ouro
Zanotto Espumante Brut – Vinícola Campestre

Medalha de Prata
Aurora Procedências Pinot Noir Brut – Cooperativa Vinícola Aurora

 
Foto: Divulgação – Enólogo e vice-presidente da ABE, André Peres Jr.

Fonte: Conceitocom Brasil