Esportivo vence nos minutos finais e ingressa no G4 do Brasileiro da Série D

Foi na superação, na raça e com o jeito Esportivo. O Alviazul saiu na frente, levou o empate nos minutos finais do primeiro tempo.

Na segunda etapa, viu o adversário ter as melhores chances, mas no final, Juninho Tardelli, saiu do banco de reservas para marcar o gol da vitória por 2×1.

Com o resultado, o Esportivo chegou aos 15 pontos e ocupa a 3ª posição no grupo A8, com duas rodadas para o final da Série D.

 

Como foi o jogo

Primeiro Tempo

O Esportivo teve um início de imposição sobre o adversário. Aos seis minutos, Cafú deixou Batista em condições e o artilheiro não desperdiçou: 1×0.

Os visitantes responderam aos nove minutos. Maurinho recebeu dentro da área, mas na hora da finalização, Lucas Serafini salvou. Depois disso, o jogo se manteve no controle da equipe Alviazul, que não via seu sistema defensivo sofrer grandes ataques do adversário.

As oportunidades reapareceram a partir dos 41 minutos. Primeiro, Cafú, de cabeça, jogou para a fora a chance de ampliar o placar. O Aimoré, aos 44, levou perigo com o Araújo, mas o chute subiu demais. Porém, já nos acréscimos, outra vez, Araújo apareceu e em posição duvidosa, não assinalada pela arbitragem, deixou tudo igual: 1×1.

Segundo Tempo

Os visitantes assustaram primeiro. Aos quatro minutos, Klein recebeu na área e chutou por cima. O Esportivo respondeu aos 12 minutos, quando Lailson recebeu no lado esquerdo e buscou Batista, mas a zaga chegou na hora certa para afastar.

Aos 22 minutos, o Alviazul escapou de levar a virada. Isaías ficou na frente de Otávio Passos e chutou na rede, só que pelo lado de fora. Aos 34 minutos, Marabá também teve a chance, mas a sorte estava com o Esportivo.

O Alviazul tinha uma carta na manga para vencer o jogo. Aos 43 minutos, Gutierrez levantou, Batista cabeceou, o goleiro deu rebote e Juninho Tardelli saiu do banco de reservas para jogar no gol vazio: 2×1 Esportivo.

Depois disso, foi segurar a pressão e esperar o apito final para confirmar o triunfo por 2×1 e entrada no G-4.

O Esportivo atuou com: Otávio Passos; Serafini (Milanez), Gutierrez, Rafael Dumas, Rennan; Afonso, Norton, Cafú(Tardelli), Lailson (Peixoto); Potiguar (Léo Ferraz) e Batista.

Arbitragem foi de Thiago Galdino Cavalcanti, da Paraíba. Ele será auxiliado por Tiago Augusto Kappes Diel e Fabrício Lima Baseggio, ambos do Rio Grande do Sul.

Fonte: Clube Esportivo Bento Gonçalves

Foto: Ênio Bianchetti/CEBG