Escola de Artes Santo Elói forma mais quatro artistas prateiros

A prata é um dos metais mais nobre encontrados na natureza e sua relação com o ser humano remonta desde tempos imemoriais. Desde a sua fundação em 2017 por Darci Poletto, o mestre prateiro Raul Sartor Filho e pelo Secretario de Cultura e Presidente da Fundação Casa das Artes, Evandro Soares, a Escola de Artes Santo Elói tem como missão de resgatar, promover e difundir o ofício da prataria.

E 2021 marcou o retorno das aulas, tendo a primeira turma a se formar em novembro. O curso deveria ter iniciado em março de 2020, quando tudo parou por causa da pandemia. As aulas de Cinzelado Intensivo ocorreram de acordo com as normas sanitárias preconizadas pelos Decretos estadual e municipal.

Se formaram Fabiano Hauschild, de Carazinho, Luis Carlos Rodrigues, de Salto do Jacuí, Micael Soares Paz, de Santa Maria, e Fabio Rigoli, de Tambaú (SP). Raul comemora a projeção e a boa recepção da Escola no cenário nacional e internacional.

“Tivemos alunos de várias partes do Rio Grande do Sul e de outros estados como do Ceará. Por sinal, está tendo bastante procura por interessados do Nordeste. Para o próximo ano já estamos com lista de espera. A Escola já formou mais de 50 alunos, destes cerca de 20% estão trabalhando diretamente com o ofício ou complementando a renda. Destaco que tivemos uma aluna só durante todos esses anos. Seria muito legal que mais mulheres pudessem participar do curso”, ressalta Raul.

Um exemplo é o aluno de Sapucaia do Sul, Amauri Moura dos Santos, que passou pela escola em 2017 e 2018, participou dos dois encontros internacionais de Bento Gonçalves e foi convidado em 2020 para fazer parte de uma mostra internacional em Buenos Aires, Argentina, na Mostra Plateros del Libertador.

Evandro Soares ressalta que “a Escola de Artes Santo Elói, que tem como diretor interino o Irajá Vasseur, é uma joia rara de nosso leque cultural. O trabalho iniciado pelo nosso saudoso Darci Poletto juntamente com o Raul está tendo continuidade com muita qualidade e comprometimento com o ofício. Com certeza, seu Darci estaria muito feliz de constatar como a Escola está formando cada vez mais artistas prateiros e que esta arte está sendo preservada e expressa em diversas áreas”.

A Escola de Artes Santo Elói já está organizando o 3° Encontro Internacional de Prateiros que ocorre em outubro de 2023, durante a semana de aniversário do município.

Para mais informações sobre o Curso de Prataria, entre em contato com Raul Sartor Filho (54) 9.9942.6321 ou acesse a página Escola de Artes Santo Elói pelas redes sociais Facebook e Instagram.

Fonte: Assessoria de Comunicação Social Prefeitura

Fotos: Divulgação/SECULT