Encontro no Sindilojas Regional Bento debate segurança pública

Em virtude de uma serie de furtos arrombamentos no comércio da cidade, inclusive com vitrines danificadas, lojistas estiveram reunidos em um encontro promovido pelo Sindilojas Regional Bento (Sindicato do Comércio Varejistas de Bento Gonçalves), na tarde desta segunda-feira, 28, na sede da entidade. Participaram comerciantes, além de entidades como CDL (Câmara dos Dirigentes Lojistas), Consepro (Fundação Pró-Segurança Pública), Brigada Militar através do 3º Bpat (3º Batalhão de Policiamento em Áreas Turísticas), e a Secretaria Municipal de Segurança da Prefeitura. Seus representantes foram Marcos Carbone, Élton Gialdi, o subcomandante major Álvaro Martinelli, e o secretário José Paulo Marinho.

O anfitrião foi o presidente do Sindilojas, Daniel Amadio, com a presença de associados e diretoria da entidade. O foco foi a troca de informações entre setores da segurança e do comércio varejista, sobre a criminalidade. Além das reivindicações feitas para a Brigada Militar, o órgão destacou a importância dos registros de Ocorrência, que muitas vezes não são efetuados pelas vítimas, bem como um trabalho compartilhado entre empresários e setor da segurança.

Mesmo com reforço de 20 policiais no patrulhamento nas ruas, em período de treinamento, o 3º Bpat ainda encontra dificuldades com o não pagamento de horas extras.  Todavia, dos 12 tipos de ocorrência mais registrados, Bento apresentou queda em nove índices, totalizando uma redução de criminalidade de 75% neste contexto nos primeiros meses do ano.

Foram convidados ainda órgãos como Polícia Civil, Ministério Público e Poder Judiciário, que não enviaram representantes. As entidades emitiram uma nota solicitando que estejam presentes em futuro encontro a ser realizado.

Clique para ampliar as demais imagens:

Fonte: Central de Jornalismo da Difusora