Em Bento, ministro diz que reforma “não irá tirar direitos do trabalhador”

meeting (29)

Participando em Bento Gonçalves do 6º Meeting da Construção, na sexta-feira dia 14, o ministro do Trabalho, Ronaldo Nogueira, apresentou uma mensagem de otimismo aos presentes e reforçou que a Reforma Trabalhista não irá tirar direitos do trabalhador. Ele concedeu entrevista coletiva para a imprensa, antes de sua palestra que encerrou o encontro com profissionais da construção civil, no Dall´Onder Grande Hotel.

“O governo tem manifestado respeito e disposição do diálogo. A proposta da reforma foi consolidada em três eixos: garantir direitos, segurança jurídica e geração de empregos”, comentou.

Motivo de contrariedade especialmente pelo Movimento Sindical, Nogueira retrucou e disse que “quem vai ter que se explicar é quem disse que o trabalhador iria perder direito. Ele vai continuar contando com jornada de 44 horas semanais, descanso semanal remunerado, vale transporte, refeição, 13º salário, férias enfim”, comentou.

O ministro afirmou que é defensor dos Sindicatos e define como “um contrapeso nas relações entre o capital e o trabalho. Mas não só o Movimento Sindical, mas as organizações patronais vão ter que fazer uma avaliação para dentro, para trazer soluções dos problemas”, completou.

Questionado sobre a empregabilidade no País, encerrou dizendo que em 2017 é o ano da retomada. “De cinco meses contabilizados, três meses os números foram positivos com 48 mil postos de trabalho”, encerrou.

 

Ronaldo Nogueira palestrou sobre o  tema “Modernização Trabalhista e Segurança Jurídica”.

 

Fonte: Central de Jornalismo da Difusora