Darci Poletto será homenageado na Câmara de Bento em março

Sessão solene ocorre no dia 4 de março

Está marcada para o dia 4 de março, às 18h30min, no Plenário Fernando Ferrari, na Câmara de Vereadores de Bento Gonçalves, uma sessão solene para concessão de Portaria de Louvor e Agradecimento ao sr. Darci Poletto pelos relevantes serviços prestados à comunidade bento-gonçalvense. A homenagem parte do PRE 2/2020, de autoria do vereador Edson Biasi (Progressistas), aprovado na sessão do dia 17 de fevereiro por unanimidade dos vereadores.

Darci Poletto é membro do conselho de administração da associação hospital Dr. Bartholomeu Tacchini de Bento Gonçalves há 34 anos, que conta hoje com 1800 funcionários e 250 médicos. Foi vice presidente por 4 anos e presidente em 1997/1998, atualmente é membro do Conselho Fiscal. Presidiu a comissão de regionalização universitária com a parceria da fundação educacional da região dos vinhedos (FERVI) e a universidade de caxias do sul, oportunizando o aumento de 3 para mais de 25 cursos superiores e de 820 para mais de 5000 alunos no 3° grau, por vários anos foi membro da Da Diretoria do CICS e diretor da comissão de assuntos comunitários.

Darci Poletto foi o 1° presidente da fundação casa das artes de Bento Gonçalves, em 1987, quando lançou concurso para a sede e iniciou a construção de mais de 3000m2 que abriga o teatro, cinema, salas de canto, música e salão para exposição e oficinas de artes plásticas. Foi reconduzido à presidência em 1993. Promoveu o restauro do prédio do museu do imigrante, inclusive com a colocação de novas vitrines para a exposição das peças do mesmo.

Participou da comissão que promoveu a construção do quartel para o batalhão da brigada militar em Bento Gonçalves. Membro da comissão executiva de três fenavinhos e três mostras do mobiliário. Na 1° fenavinho foi presidente da comissão de distribuição de brindes. Nas 3° e 4° edições presidiu a comissão de divulgação da 2°, 3°, e 4° edições. Foi vice-presidente da APAE de Bento Gonçalves durante 6 anos; é findador da federação dos representantes comerciais do Rio Grande Do Sul(FERCOSUL). Recebeu inúmeras Portarias de louvor da Câmara de Vereadores por serviços prestados a comunidade, atualmente é presidente da escola de artes Santo Elói, da qual foi seu criador, onde está sendo resgatada uma tradição, quase extinta, em técnicas aplicadas em metais nobres.

Cursou o CEPE 90 da associação dos diplomados na escola superior de guerra, com aproveitamento de 100%. Recebeu homenagem da “Camera di Comercio, Industria, Artigianato e Agricultura Pordenone”, com diploma de Benemerenza e medalhado prêmio “FEDELTÁ AL LAVORO PORDENONESE NEL MONDO”.

Escreveu cinco livros, sendo quatro sobre a história da maçonaria em Bento Gonçalves e região e um sobre a família Poletto, editou o livro histórico comemorativo aos 90 anos do Hospital Tacchini. Está escrevendo um livro sobre a história da APAE em Bento Gonçalves, em processo de finalização.

Promoveu o primeiro e segundo encontro internacional de prateiros, evento que trouxe a Bento Gonçalves os principais artesões de vários países da América do Sul, inclusive uma obra de um alemão datada de 1830, com exposição de peças raras cinzeladas em prata e ouro.

É um dos membros da Maçonaria mais respeitados do Rio Grande do Sul. Foi iniciado na Loja Maçônica Concórdia em 13 de setembro de 1974 e foi o Venerável Mestre da Loja no período de 1981 a 1983. Ocupou cargos de destaque no Grande Oriente do Rio Grande do Sul e auxiliou na fundação das Lojas Maçônicas João Oscar Haack em Garibaldi, Constelação em Veranópolis e União e Sabedoria em Farroupilha.

Foi o fundador da Loja de Perfeição Manoel Mendes, para maçons de grau 4 a 14, e foi empossado o Três Vezes Poderoso Mestre na primeira eleição. Também colaborou decisivamente para a refundação do capítulo União Luz e Caridade e ascendeu ao Grau 33, último, no dia 2 de dezembro de 1989. Foi Eleito Membro efetivo do Supremo Conselho do Rio Grande do Sul em 1995.

No ano de 1994 publicou o livro “Primeiras Pedras”, na ocasião do centenário de fundação da Loja Concórdia, com distribuição gratuita da primeira edição a maçons e pessoas interessadas na história da Maçonaria na região nordeste do Estado. No ano de 2008 publicou o livro “História e Origens”, distribuído gratuitamente a maçons.
Em outubro de 2012 Poletto participou do Encontro Mundial de Supremos Conselhos, realizado em Nápoles -Itália, com 40 países representados, onde apresentou moção de sua lavra, representando os 11 Supremos Conselhos Brasileiros presentes ao magno evento, sendo aprovado por unanimidade.

Em 13 de março de 2004 recebeu o Diploma de Membro Emérito do Supremo Conselho do Rio Grande do Sul, sendo o criador do Brasão da entidade, que hoje emoldura diplomas, rituais e materiais de expediente. Também foi o criador da Jóia Símbolo do Supremo Conselho, a cruz pontifícia, usada apenas pelo Soberano Grande. Comendador e em junho de 2005 recebeu a Comenda Ordem da Águia, maior honraria concedida a um maçom da Jurisdição do Supremo Conselho do Rio Grande do Sul. Até hoje, apenas nove maçons no Estado receberam essa distinção.

Fonte: Câmara Bento