Conselho Tutelar emite novo comunicado sobre conselheiro afastado em Bento

O colegiado do Conselho Tutelar de Bento Gonçalves emitiu um novo comunicado na tarde desta quarta-feira, dia 6, sobre o afastamento de um dos membros do conselho, ocorrido ainda no mês de fevereiro.

Segundo o colegiado, na tarde desta quarta-feira, dia 6, o conselheiro afastado, esteve na sede do órgão de posse de uma liminar que seria da 3ª Vara Civel, que autorizava seu retorno as atividades, porém, segundo o colegiado, o órgão não foi comunicado nem pela Justiça, nem pelo COMDICA.

Confira a nota na íntegra:

Viemos por meio deste expor a indignação do colegiado do conselho tutelar de Bento Gonçalves em relação ao caso do conselheiro afastado na qual na data de hoje se fez presente na sede deste conselho solicitando retomar os trabalhos tendo em mãos uma liminar dita por ele expedida pela 3ª Vara Cível.

Levando em conta a difícil decisão que o colegiado tomou há meses atrás em fazer a denúncia contra este conselheiro por não estar cumprindo com o seu papel de zelar pela garantia dos direitos das crianças e adolescentes, deixando denúncias graves como suspeita de violência sexual e física sem serem atendidas e dados os devidos encaminhamentos nem mesmo deixando este colegiado a par dos casos. Salientamos que todos os documentos comprobatórios já estão em poder do Ministério público e da corregedoria deste conselho tutelar.

Ressaltamos que este colegiado não está impedindo a entrada do conselheiro Ari José Pelicioli neste conselho desde que, nos seja apresentado uma documentação oficial para que a substituição dos conselheiros possa ocorrer.

Gostaríamos de sensibilizar a população de que as denúncias que foram feitas são graves e que este colegiado não irá voltar atrás. Esperamos que a apuração das provas seja feita com brevidade e que a justiça em defesa de nossas crianças e adolescentes seja cumprida, pois quem mais sai prejudicado são eles