Combate ao coronavírus completa cinco meses em Bento

a última semana completaram cinco meses que a Prefeitura de Bento Gonçalves iniciou as ações de monitoramento ao Coronavírus na cidade. Na época, a doença impactava apenas em outros países, e aqui na Serra já surgiam às primeiras iniciativas no combate ao vírus.

No dia 30 de janeiro foi criado o Comitê de Atenção ao Coronavírus que reúne Prefeitura, Hospital Tacchini, Associação Medica de Bento Gonçalves e Unimed. As ações foram sendo intensificadas e seguiram eixos de planejamento, que envolveram a comunicação da população evitando fake news e tratando com transparência todos os fatos; prevenção com as orientações para população com distribuição de material, inclusive com tradução para o crioulo para os imigrantes.

Após reuniões com setores da economia e entidades, no dia 20 de março a Prefeitura publicou o 4º decreto com novas regras do distanciamento social controlado, que suspendeu atividades na indústria, comércio e outros estabelecimentos. Hoje o Município está no 16º decreto para regramento de ações e seguindo o modelo de bandeiras do Distanciamento controlado do Governo Estadual.

Achatamento da curva epidemiológica para estruturação

O isolamento social foi um fator fundamental para o achatamento da curva epidemiológica e estruturação do sistema de saúde, foram construídos 40 leitos de isolamento com auxilio da comunidade empresarial, CIC-BG, Ascon Vinhedos e voluntários, e 08 Mini UTIs, no Complexo Hospitalar, junto à UPA. O local passou a contar na última semana com fisioterapeutas e Assistente Social.

Além disso, os leitos de UTI no Hospital Tacchini foram ampliados em 150% passando para 50 leitos, sendo 23 SUS. “Todo nosso trabalho de enfrentamento do vírus iniciado muito antes do que qualquer outro lugar, nos permitiu criar uma estrutura que hoje nos permite trabalhar com tranquilidade, temos os leitos em funcionamento e atendendo a população”, destacou o Prefeito e secretário de Saúde, Guilherme Pasin.

Selo ambiente limpo e seguro

O uso de máscaras na cidade passou a ser obrigatório no dia 01 de maio. Também, de forma pioneira no Brasil, foi criado um selo para os empreendimentos do setor turístico que atenderem às normas de prevenção contra a disseminação do Coronavírus. O selo “Ambiente limpo e seguro” já foi concedido a 81 empresas, que cumprem os requisitos de higiene, limpeza e todos os cuidados necessários que garantam a segurança dos visitantes e colaboradores durante e após os momentos de pandemia.

Ações e prevenção com a comunidade

Além disso, são realizadas blitzes orientativas e barreiras sanitárias com aferição de temperatura, distribuição de máscaras e sabão caseiro fabricado na Comunidade Rural Terapêutica (já foram mais de 15 mil fabricados), e ações de sanitização em locais de grande movimento de público. Na Via Del Vino em parceria com empresas privadas são disponibilizados equipamentos de álcool gel e verificação de temperatura. O Município também atua nas comunidades mais necessitadas com distribuição de alimentos, cestas básicas. A Casa de Passagem transferida para o Ginásio do Ouro Verde no primeiro momento, retornou para atendimento na sede no Maria Goretti, continuando o atendimento principalmente dos grupos de risco da doença.

Política de macro testagem

Uma das ações do Município foi a testagem ampliada dos pacientes. A medida é inspirada em países que adotaram a testagem e conseguiram ter resultados mais precisos para o controle da covid-19, a exemplo da Coreia do Sul. A estratégia também tem recomendação da Organização Mundial da Saúde (OMS).

Atualmente, são testados pacientes com sintomas graves, além de profissionais de saúde e da segurança pública, idosos em instituições e demais pessoas monitoradas pela Secretaria da Saúde.

A Central de Atendimento ao Coronavírus monitora 462 pessoas, que apresentaram sintomas da doença e cumprem o isolamento domiciliar. O acompanhamento é feito com ligações diárias para os quadros mais graves, e a cada dois dias para os casos mais leves.

Mais de 4 mil testes já foram realizados. Dos confirmados 50,9% são PCR e o restante testes rápidos. “Todo nosso trabalho para enfrentamento ao vírus foi realizado com muita reponsabilidade e a partir do planejamento de ações. Em recente estudo realizado pela Prefeitura de Passo Fundo, Bento Gonçalves aparece como Município que mais testes realizou no Estado, com cerca de 3.400 testes a cada 100 mil/habitantes. Adotamos na cidade a uma política de testagem, pois acreditamos que quanto mais testarmos mais reais serão os dados, melhor saberemos o comportamento do vírus. Só assim, podemos adotar estratégias de planejamento. Paralelo a isso, estruturamos nossos leitos de isolamento, de UTI, adquirimos respiradores que é o que realmente importa. Isso não atenua nossa preocupação e monitoramento constante, além do sentimento pelas perdas de vidas no período”, ressalta o Prefeito.

Fonte: Assessoria de Comunicação Social Prefeitura

Foto: José Martim Estefanon