Cenários político-econômico, liderança e retomada do setor pautam 28º Congresso Movergs

IMG_9418[1]

Mais de 350 profissionais da cadeia moveleira participaram nesta quinta-feira, 5, no Dall’Onder Grande Hotel – Salão Malbec, em Bento, do 28º Congresso Movergs. Com o mote ‘É a informação que transforma o comum em extraordinário’, foram apresentados painéis sobre economia, liderança, política, bem como a divulgação dos dados do setor.

O economista Marcelo Prado, diretor do IEMI Inteligência de Mercado, destacou a pequena retomada do setor moveleiro. Para 2018, as estimativas preliminares apontam para um crescimento na produção física de móveis4,2% sobre 2017.

‘A crise acabou. E agora? A retomada e os desafios para a Indústria’ foi a abordagem destacada pelo economista-chefe da Federação das Indústrias do Estado do Rio Grande do Sul (FIERGS), André Nunes de Nunes.

Otelmo Drebes, presidente da Lebes, compartilhou sua experiência de 38 anos frente ao grupo e a operação varejo e multicanal. William Waack, jornalista, apresentador e editor por muitos anos da Rede Globo e da Globo News, abordou o viés político, ressaltando que o Brasil está diante de uma encruzilhada.

Por fim, Rodrigo Pimentel, despertou as pessoas para superação dos desafios do ambiente competitivo do trabalho com o foco na liderança sob o aspecto dos “homens de preto” do Bope.

O presidente da Movergs (Associação das Indústrias de Móveis do RS), Volnei Benini, celebrou o sucesso do evento com intensa participação do setor, além de oportunidade de qualificação.

O evento teve o patrocínio do Banrisul e BNDES, com o apoio da Fiergs (Federação das Indústrias do Rio Grande do Sul).

Fonte: Felipe Machado – Central de Jornalismo da Difusora