Carta Aberta de Monte Belo com demandas da vitivinicultura chega à Brasília

WhatsApp Image 2018-05-10 at 15.31.29

Dando continuidade ao envio da Carta Aberta elaborada com as principais demandas do II Fórum de Debate da Cadeia Produtiva da Uva e do Vinho que aconteceu no começo de abril em Monte Belo do Sul, o presidente do Legislativo local e representando o Parlamento Regional, Onécimo Pauleti, cumpriu importante agenda em Brasília nesta semana.

Durante dois dias, esteve junto a Ministérios, com deputados e Senadores. Pauleti foi recepcionado pelos deputados federais, Giovani Cherini (PR), além do deputado Afonso Hamm, da presidência da Frente Parlamentar de Defesa e Valorização da Produção Nacional de Uvas, Vinhos, Espumantes e Derivados da Câmara dos Deputados e o deputado Alceu Moreira, autor do projeto de Regulamentação do Vinho Colonial.

Além disso, Pauleti entregou a Carta para a Senadora Ana Amélia Lemos, em nome da bancada gaúcha do Senado Federal, e junto ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, ao ministro Blairo Maggi.

Itens como dar competitividade ao vinho nacional frente às facilidades tributárias existentes aos vinhos importados; aprimorar as regras para elaboração de sucos e vinhos coloniais; reformulação da Lei Federal nº 7.678/1988, que trata da circulação e comercialização do vinho e derivados da uva e do vinho; fortalecimento da assistência técnica; inclusão do suco de uva na cesta básica; redução do ICMS (Imposto sobre Operações relativas à Circulação de Mercadorias e Prestação de Serviços de Transporte Interestadual e Intermunicipal e de Comunicação) e do IPI (Imposto Sobre Produtos Industrializados); além da exclusão do vinho do Regime de Substituição Tributária sobre a cadeia produtiva, entre outras demandas, estão na Carta Aberta, que também foi entregue em esferas estaduais.

Fonte: Central de Jornalismo da Difusora

Fotos: Divulgação