Caminhoneiros prometem parar novamente caso MP do Frete não seja aprovada no plenário da Câmara

Greve

Uma nova greve dos caminhoneiros pode ser deflagrada a partir desta quinta-feira, dia 12, em todo o país. Isso porque a Medida Provisória (MP) 832, a MP do Frete, que iria a votação no plenário da Câmara, ontem, terça-feira, não foi apreciada.

O representante da Associação dos Caminhoneiros de Três Cachoeiras, Osmani Rodrigues Silveira Jr., participou da programação da rádio Difusora e confirmou a informação. O relator da matéria, deputado Osmar Terra (MDB-RS), acreditava ter os votos necessários para a aprovação, porém o presidente da Câmara Rodrigo Maia acabou retirando a pauta da sessão.

A medida cria a Política de Preços Mínimos do Transporte Rodoviário de Cargas para promover condições razoáveis à realização de fretes em todo o território nacional, mediante tabela elaborada semestralmente pela Agência Nacional de Transportes Terrestres – ANTT com valores por quilômetro rodado por eixo carregado e conforme a carga e considerando os custos do óleo diesel e dos pedágios, devendo a fixação dos preços contar com a participação de cooperativas e sindicatos.

A media entrou em votação na sessão desta quarta, que iniciou as 11h, em Brasília. Caso não seja aprovada deve desencadear uma nova greve, a partir das 0h desta quinta, segundo o caminhoneiro. “Acredito que até o início da noite já teremos resolvido, não queremos parar novamente mas se tiver que voltar, paralisamos novamente”. Afirmou Osmani.