Câmara de Caxias homenageia 20 anos do Instituto de Saneamento Ambiental da UCS

Os 20 anos do Instituto de Saneamento Ambiental da Universidade de Caxias do Sul (ISAM-UCS) foram homenageados pela Câmara de Vereadores de Caxias do Sul na sessão desta quarta-feira, 7 de agosto. A iniciativa foi de autoria coletiva e aprovada por unanimidade pelos parlamentares.

Falando em nome do Legislativo, o vereador Gustavo Toigo (PDT) exaltou a contribuição do instituto com a comunidade por meio de projetos e ações ambientais que atendem demandas do município e de órgãos federais. A explanação foi acompanhada de imagens exibidas no telão do plenário contando a história do instituto. Exemplificando a atuação do ISAM, Toigo mencionou o estudo de impacto ambiental para a implementação da barragem do Arroio Marrecas, ações e estudos realizados para diversas cidades da região, contribuindo para a atuação responsável dos órgãos públicos nas intervenções ambientais.

O reitor da UCS, Evaldo Kuiava, agradeceu o reconhecimento da Câmara e comprometeu-se em dar sequência à atuação de excelência do ISAM. Destacando que a Universidade nasceu para auxiliar no desenvolvimento da região, o reitor observou que a instituição se tornou referência nacional também graças ao trabalho do Instituto de Saneamento Ambiental. Por fim, Kuiava ressaltou a necessidade de uma mudança de visão sobre a relação entre o homem e o meio ambiente. “Não somos seres separados da natureza, nós somos natureza. Apenas assumindo isso poderemos tratar a tudo e a todos da mesma maneira, respeitando o mundo em que vivemos. Temos todos a responsabilidade formativa, cada um no seu espaço, para que isso aconteça”, defendeu

Na mesma linha, o pró-reitor de Pesquisa e Pós-Graduação da Universidade, Juliano Gimenez, enfatizou os trabalhos executados pelo instituto, como a formação de 13 mil gestores públicos, de todo o país, em saneamento, além da contribuição com o desenvolvimento da cidade e das pessoas, pelo incrementando do capital técnico e intelectual.

A diretora do ISAM, Vania Schneider, valorizou o desempenho das mais de 300 pessoas que passaram pelo ISAM. Como exemplos de ações de ampla repercussão para a cidade, ela ressaltou a recuperação do aterro de São Giácomo, primeira área degradada de resíduos sólidos a passar por um processo de recuperação em Caxias do Sul, e também repercutiu a parceria com a Companhia de Desenvolvimento de Caxias do Sul (Codeca) para a implantação da coleta seletiva no município. Essas e outras iniciativas fizeram de Caxias do Sul a primeira cidade brasileira em gestão de resíduos sólidos.

A professora Susana de Conto, uma das idealizadoras do instituto, encerrou os pronunciamentos salientando a importância do incentivo do poder público às pesquisas conduzidas pelo ISAM-UCS na área ambiental, o que permite o melhoramento contínuo de seus trabalhos pela constante produção de conhecimento. A solenidade foi encerrada com uma bênção do Frei Jaime Bettega.

INSTITUTO DE SANEAMENTO AMBIENTAL – ISAM

O Instituto de Saneamento Ambiental atua desde 1999 na melhoria da qualidade de vida e ambiental, desenvolvendo ações e projetos nas áreas de gestão e planejamento ambiental, saúde, recursos hídricos, gerenciamento de resíduos e efluentes, educação ambiental, entre outros.

Considerando a importância do segmento no contexto regional, o ISAM tem sido um importante catalisador de ações da UCS na comunidade, executando projetos, prestando consultorias e atendendo diferentes demandas tanto do setor público quanto de instituições privadas.

Além das atividades acadêmicas de ensino e pesquisa, o instituto também realiza cursos, seminários, simpósios, estágios e outras atividades técnico-científicas para a socialização do conhecimento sobre condições sanitárias produzido na Universidade.

Serviços

  • Estudos e pesquisas em gestão de resíduos sólidos, líquidos e gasosos.
  • Gestão e planejamento ambiental.
  • Gestão de recursos hídricos; química, saúde e saneamento ambiental; saneamento básico e educação ambiental.
  • Prestação de assessoria e consultoria na área ambiental, para os setores público e privado.
  • Monitoramento ambiental de sistemas de tratamento de resíduos sólidos e líquidos e de recursos hídricos.
  • Orientação técnica aos municípios, principalmente relacionada ao diagnóstico da geração de resíduos, monitoramento ambiental e saneamento ambiental.
  • Elaboração de planos ambientais municipais, de resíduos sólidos e de saneamento para municípios.
  • Elaboração de materiais didáticos e cursos de Ensino a Distância.
  • Produção técnica, científica e tecnológica de divulgação do conhecimento gerado em diferentes atividades de pesquisa, serviços e extensão

Fonte: UCS