Biblioteca terá que ter espaço para material adulto em Bento

A Biblioteca Pública terá que se adequar a uma lei aprovada na Câmara de Vereadores na tarde desta segunda-feira e destinar um espaço restrito a material cultural inapropriado para menores. O projeto foi aclamado por unanimidade no plenário e é de autoria do vereador Rafael Pasqualotto (PP).

Em plenário, o parlamentar argumentou que o livro oriundo da exposição do Santander em Porto Alegre já chegou a Bento e que não pode ser de acesso a crianças e adolescentes. “Ainda sabemos da existência de revistas pornográficas e da existência de livros como o Kamasutra, que julgo ser inadequados”, afirma.

Na proposta original, o vereador também queria abranger as apresentações artísticas na Fundação Casa das Artes, mas devido aos pareceres negativos das comissões permanentes, que avaliaram vício de origem, essa parte da matéria foi retirada.