Bento+20 prioriza metas a curto prazo para implantar Masterplan

Pelas próximas duas décadas, o conselho Bento+20 terá um extenuante trabalho para implantar as 90 diretrizes contidas no Masterplan – a cartilha com as ideias para a Bento Gonçalves do futuro. Uma das formas para que a implantação de cada uma delas seja contínua já está sendo adotada: focar nas ações a curto prazo que não exijam grandes investimentos e negociações. E alguns progressos já foram conquistados antes mesmo dos seis primeiros meses do ano (veja abaixo).

Esse é um trabalho que está sendo desenvolvido desde janeiro e que só não foi iniciado concomitantemente ao lançamento do Masterplan, em outubro passado, porque havia um processo eleitoral em curso. Uma audiência com o prefeito eleito, Diogo Siqueira, era, portanto, essencial para a sequência das atividades, assim como com a presidência da Câmara de Vereadores, comandada por Rafael Pasqualotto. “A participação do Poder Executivo, assim como do Legislativo, será importante para todas as etapas do Masterplan”, analisa o presidente do Bento+20, Milton Milan.

Desse encontro, realizado para aproximar o Masterplan ainda mais da municipalidade, Milan e sua diretoria, formada pelo vice, Adelgides Stefenon, e pelo secretário, Diego Panazzolo, também reafirmaram articulações necessárias para o andamento do projeto. Eles também expuseram as demandas de cada uma das 10 câmaras técnicas em que o Masterplan foi estruturado (Cidadania; Desenvolvimento Rural; Educação; Indústria, Comércio e Serviços; Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável; Saúde; Segurança; Tecnologia, Inovação e Empreendedorismo; Turismo e Cultura; e Urbanismo, Mobilidade Urbana e Infraestrutura) para os secretários das pastas correlatas.

Veja como está o andamento dos trabalhos em algumas câmaras:

CT Indústria, Comércio e Serviços

A câmara está focada na necessidade de qualificação profissional. Para isso, está atuando com metas a curto, médio e longo prazo. Num primeiro momento, a ideia é suprir a necessidade do momento; no médio, direcionar os alunos do ensino médio para a qualificação profissional; e no longo, tê-los trabalhando nas empresas. Para isso, dois diferentes grupos de agente foram formados e um terceiro será criado quando for necessário. Por ora, um deles representa as empresas, identificando o tipo de mão de obra necessária, e outro, formado por instituições de ensino como universidades, escolas técnicas e sistema S identificam junto a sindicatos a necessidade de qualificação da mão de obra e sua viabilidade. Um terceiro virá à tona envolvendo o Sine e agências de emprego para encaminhar os alunos ao mercado de trabalho.

CT Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável

A câmara tem conversas com os vereadores para alterar a lei de saneamento urbano. A ideia é que haja a permissão para que as residências possam utilizar um coletor misto, que serve para o esgoto e para a água da chuva, seria possível tratar de uma vez só 80% do esgoto da cidade, sem a necessidade de abrir buracos pelas ruas. Hoje, a lei determina que os coletores sejam do tipo absoluto.

CT Saúde

Um dos projetos já saiu do papel, muito pelo esforço do Hospital Tacchini é o Banco de Leite Humano Ama Tacchini, inaugurado no último dia 10. O objetivo é oferecer leite materno a todos os bebês internados na UTI Neonatal do hospital que, por algum motivo, não podem receber o alimento das próprias mães.

CT Segurança

Trabalha com dois objetivos iniciais. O cercamento eletrônico da cidade, um objetivo que já tem ações da prefeitura e do Consepro neste sentido, além das tratativas de centralizar as polícias da cidade num único prédio, o que vem sendo chamado de Palácio da Polícia.

CT Urbanismo, Mobilidade Urbana e Infraestrutura

Já se reuniu com os vereadores a respeito da transformação do Lago do Progresso num parque para o lazer da comunidade. A câmara defende que as famílias que estão nas cercanias, em área invadida, sejam levadas para outro lugar. Com o auxílio de estudantes da Universidade de Caxias do Sul, está se pensando a área para ser um ponto de encontro para os bento-gonçalvenses, com opções culturais e recreativas.

Fonte: Exata Comunicação
Foto: Divulgação