Bento: Fundo Municipal de Cultura viabiliza o 1º aplicativo de livros-jogos nacional

A partir do desejo de oferecer uma opção em língua portuguesa de livros-jogos digitais, como já é difundido internacionalmente, os amigos Lucas de Lucca e Victor Ochoa resolveram implementar no Brasil a mesma dinâmica de entretimento onde os jogadores escolhem histórias para dar continuidade. Através do Fundo Municipal de Cultura foi criada a plataforma Reden.

No local estão disponíveis as histórias “O Valor da Força”, “Casados pela Quarentena”, “Nero e Agripina”, “Isabel, a cartógrafa”. “Trazer o protagonismo do usuário para que ele exerça a sua criatividade. Para que a pessoa viva aquela história e continue o desafio proposto pelo aplicativo. Dessa forma, a interação torna-se maior, pois quem está jogando tem o destino da história nas mãos”, destaca um dos criadores do aplicativo Lucas de Lucca.

O  Reden vem com a proposta de trazer  inovação ao mercado literário e de games, unindo livros a uma experiência parecida com a de um rpg em uma aplicativo cheio de histórias as quais têm ilustração, trilha sonora, efeitos, itens desbloqueáveis e conquistas que geram incentivos de continuar consumindo, um artifício muito usado em jogos, mas não utilizado em livros digitais ou físicos.

Quem quiser saber mais sobre o Reden pode acessar a conta oficial no instagram (@reden) que já conta com 16,2 mil seguidores e está disponível na PlayStore e AppStore. A equipe técnica principal é composta por Lucas de Lucca, diretor de histórias, Victor Ochoa, diretor de tecnologia, Vinícius Crestani, diretor de arte, Maria Anna Leal, assessora de imprensa, e a desenvolvedora de aplicativos RockApps.

Fonte: Assessoria de Comunicação Social Prefeitura

Foto: Divulgação/Projeto Reden