Bento: empreendedores do setor gastronômico fazem manifestação contra obrigatoriedade de fechamento as 20h

Um grupo de empreendedores ligados ao ramo da gastronomia de Bento Gonçalves realizou uma manifestação na tarde desta quarta-feira, dia 24, na Pipa Pórtico, acesso principal do município, contra a obrigatoriedade do fechamento dos estabelecimentos as 20h, devido ao decreto estadual emitido na última terça-feira, pelo governo do estado e acatado pela prefeitura.

Cerca de 50 empresários de bares, restaurantes e afins, se reuniram às margens da rodovia BR-470, com cartazes e faixas de protesto, contra o fechamento obrigatório do setor a partir das 20h. Os empresários afirmam que a medida irá causar mais prejuízos e pedem que os empreendimentos possam ficar de portas abertas até as 22h e com clientes até as 23h.

O setor gastronômico do município gera atualmente 15 mil empregos no total, sendo cerca de 7 mil, empregos diretos. O SEGH (Sindicato Empresarial da Gastronomia e Hotelaria da Região Uva e Vinho ) acompanha a situação e lamenta a possibilidade de fechamento geral de alguns locais, que já tiveram perdas de mais de 40%.

Na terça-feira, ocorreu reunião do grupo para debater os rumos que o setor irá tomar. A reunião contou com membros da Prefeitura que teriam informado interceder ao Estado. O segmento reitera que cumpre os protocolos de segurança sanitária desde a pandemia. Setor da Gastronomia de Bento protesta por fechamento obrigatório as 20h

Central de Jornalismo Difusora

Fotos: Jornal Serranossa