Bento e cidades da Serra integram novos programas de incentivo ao turismo

Nesta quarta-feira, 31, dois novos programas de incentivo ao turismo que devem refletir diretamente na região da Serra Gaúcha foram lançados pelo Governo do Estado. Com a presença do governador Eduardo Leite, do ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, do titular da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Turismo, Ruy Irigaray, bem como Secretários Municipais e dirigentes de entidades ligadas ao setor, foram oficializados o Investe Turismo e o +Turismo.RS.

O +Turismo.RS é de caráter itinerante e oferecerá apoio técnico aos municípios selecionados interessados em aprimorar a estrutura para atrair turistas. A intenção do programa é facilitar a adesão a linhas de crédito dos bancos de fomento, com juros facilitados de 7% a 10% ao ano, prazo de 20 anos para quitação e carência de até quatro anos. Ele é viabilizado através de uma parceria entre a Secretaria Estadual de Desenvolvimento Econômico e Turismo, o Ministério do Turismo, o Sebrae, o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), o Badesul – Agência de Fomento e o Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE).

A partir do dia 15 de agosto, a equipe técnica visitará representantes do setor público e privado de uma cidade em cada uma das 27 regiões turísticas do Estado. As cidades contempladas pelo roteiro itinerante são Arroio dos Ratos, Bagé, Bento Gonçalves, Canela, Canoas, Cruz Alta, Erechim, Iraí, Lagoa Vermelha, Lajeado, Montenegro, Novo Hamburgo, Passo Fundo, Pelotas, Porto Alegre, Santa Maria, Santana do Livramento, Santa Rosa, Santiago, Santo Ângelo, Sobradinho, Soledade, Taquara, Torres, Três Passos, Vacaria e Venâncio Aires.

Investe Turismo aportará R$ 2,6 milhões para 12 cidades gaúchas

De âmbito nacional, o programa Investe Turismo é uma iniciativa do Sebrae, do Ministério do Turismo e da Embratur, que pretende contemplar 158 cidades brasileiras com um pacote de investimentos voltados para o setor de turismo, como incentivos a novos negócios, acesso ao crédito e melhorias de serviços, inovação e marketing. O investimento inicial, de R$ 200 milhões, quer aumentar a competitividade e acelerar o desenvolvimento em 30 rotas turísticas estratégicas do Brasil.

O lançamento do programa com foco no Rio Grande do Sul também ocorreu nesta quarta-feira (31/7), no Palácio Piratini. Com investimento de R$ 2,6 milhões, oriundos do Sebrae, o programa terá foco em 12 cidades: Bento Gonçalves, Cambará do Sul, Canela, Caxias do Sul, Garibaldi, Gramado, Jaquirana, Nova Petrópolis, Porto Alegre, São Francisco de Paula, São José dos Ausentes e São Miguel das Missões. A ideia é, em três meses, fazer um mapeamento de fluxo turístico para identificar perfil de consumo, destino de origem e satisfação quanto à experiência de turismo no Estado.

A segunda etapa do programa, que deve começar a ser discutida em meados de setembro, envolve um investimento de R$ 300 milhões. A meta do governo federal é atrair 12 milhões de turistas até 2022.

 

Fonte: Central de Jornalismo da Difusora com informações do Governo do Estado

Foto: Gustavo Mansur/Palácio Piratini