Bento abre mais de 1 mil empresas no primeiro semestre

Bento Gonçalves segue com índices positivos no âmbito de abertura de negócios. Segundo levantamento da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico (SMDE), o Município já contabiliza 1.082 novas empresas registradas no primeiro semestre deste ano (1º de janeiro a 30 de junho).

O titular da SMDE, Silvio Bertolini Pasin, destaca que a Prefeitura tem trabalhado para facilitar o caminho dos empreendedores. “Por meio da Sala do Empreendedor, o tempo médio de abertura de novas empresas na cidade caiu de 58 dias para um período de sete a 15 dias, o que encoraja os empreendedores e agiliza a abertura de novos negócios”, salienta.

O local centraliza em um único espaço toda a tramitação necessária para o processo de formação de novos negócios. Entre os serviços prestados estão análises de documentação, alterações de dados, procedimentos administrativos para inscrição via JucisRS, protocolo de inscrições, certidões de zoneamento, licenciamento ambiental, alvará sanitário, projetos e consultas prévias.

Das novas empresas, 716 (66,17%) são do setor de prestação de serviços, 146 (13,49%) de comércio, 105 (9,70%), comércio com prestação de serviços, 81 (7,49%) autônomos, 19 (1,76%) indústria, oito (0,74%), indústria e serviço, cinco (0,46%) agroindústrias, e dois (0,18%) associação.

O Secretário aponta que os números acompanham as tendências do mercado. “O setor de serviços ligado a terceirização para as grandes corporações tem sido um dos segmentos com maior aumento. Os serviços ligados a transporte, alimentação e entretenimento puxam a fila. Portanto, os serviços agregados a indústria e comércio são os mais impactantes, mostrando a pujança de nossa economia na criação e geração de novos empregos e profissões. A modernização das nossas indústrias possibilita esta movimentação”, explica.

Consequentemente, com a instalação dos negócios, novas vagas de emprego são geradas. De acordo com dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (CAGED) até maio deste ano, o saldo de novas vagas de trabalho formais criadas no município segue positivo, marcando 674 oportunidades.

Outro ponto de fomento à instalação das empresas é a Lei do Incentivo ao Desenvolvimento Econômico (nº 6012/2015), que prevê a isenção temporária de taxas e tributos para empresas já estabelecidas no município e que tenham projetos de ampliação, ou que optarem por se instalarem em Bento.

 

Fonte: Assessoria de Comunicação Social da Prefeitura

Foto ilustrativa: Laura Kirchhof