Arpa denuncia mortandade de peixes no Lago Fasolo em Bento

Peixes capa

O fiscal da Arpa (Associação Riograndense de Proteção ao Meio Ambiente e aos Animais), Jorge Acco, denunciou na Polícia Civil de Bento Gonçalves uma grande mortandade de peixes no Lago Fasolo, no bairro Progresso. Um dos motivos conforme ocorrência policial seria o lançamento de fluentes provenientes de esgoto sem tratamento. Acco ainda informou da existência de um acordo entre Prefeitura, empresa privada e Ministério Público para tratamento do local.

Foi realizada a coleta de efluentes para análise e levantamento fotográfico confirmando a morte das espécies jundiá, cascudo, lambari, entre outros.

A Assessoria de Imprensa da Prefeitura de Bento Gonçalves informou a reportagem de que em 2013 foi feito um acordo entre Prefeitura, a empresa responsável pelo Lago e Corsan. Na época o Ministério Público definiu que a Corsan daria prosseguimento ao serviço. Nesta semana a secretaria de Meio Ambiente esteve no local fiscalizando e notificou a Corsan. Na próxima semana estarão verificando novamente.

Clique para conferir as imagens:

Fonte: Central de Jornalismo da Difusora

Fotos: Arpa