Adolescente que ameaçou massacre em escola de Roca Sales é internada na Fase

O Poder Judiciário da Comarca de Encantado, por meio do juiz Clóvis Frank kellermann Júnior, determinou no final da tarde desta quinta-feira, dia 21, a internação da adolescente de 17 anos que ameaçou através do WhatsApp realizar um massacre na Escola Estadual de Educação Básica Padre Fernando.

A jovem estuda no colégio, que fica no centro de Roca Sales desde o início do ano. De acordo com as autoridades, ela vai ser encaminhada para a Fundação de Atendimento Socioeducativo do Rio Grande do Sul (Fase), em Porto Alegre.

O pedido de internação provisória partiu do Ministério Público da cidade de Encantado, mediante recebimento de expediente instaurado pela delegacia de polícia do município.

Conforme o delegado titular da delegacia, Alex Assmann, a Polícia Civil recebeu o caso na tarde desta quarta-feira, dia 20, quando imediatamente solicitou o mandado de busca e apreensão “por vislumbrar que havia um risco de acontecer uma tragédia”, disse o delegado.

Nesta quinta-feira, dia 21, o mandado foi cumprido na residência onde mora a jovem. No local, foi encontrada uma pistola 9 mm, 31 cartuchos do mesmo calibre e uma quantidade de maconha.

No momento da ação, por volta das 9h, durante horário de aula, a adolescente permanecia em casa, na companhia de um outro morador. Conforme informações da Polícia Civil, no local a jovem reside com o namorado e mais duas pessoas.

Ela foi apreendida e passou o dia todo na delegacia. A menor negou que tivesse a intenção de realizar um atentado na escola, durante o seu depoimento, por mais que isso tenha sido dito em publicações na internet.

Também durante o relato, a jovem admitiu que é usuária de maconha. Ainda de acordo com o delegado, a menor afirmou que usou uma arma para impressionar e causar uma sensação de angústia. Assmann disse que outras pessoas podem ser ouvidas nos próximos dias.

Fonte: Central de Jornalismo da Rádio Difusora com informações da Polícia Civil e da Rádio Independente/Lajeado