A comovente publicação do Bombeiro que atendeu acidente com seis vítimas fatais em Soledade

O Bombeiro Patrick Dipp da Silva, 32 anos, de Soledade, comoveu as redes sociais com uma publicação em sua página pessoal depois do acidente que vitimou seis pessoas da mesma família na BR-386. Além de um desabafo emocionante, entregou sua medalha que recebeu quando formou-se na profissão para um familiar do menino Lorenzo Geraldi, de 6 anos, que tinha o sonho de ser Bombeiro e faleceu.

Veja a sua publicação abaixo:

O dia que não amanheceu…

Quatro e quinze da manhã, o telefone toca…Mais um acidente na BR 386…

Deslocamos com a agilidade rotineira e ao chegar nos deparamos com a cena trágica de sempre, carros irreconhecíveis sob a penumbra da noite escura.

Em um veículo uma família inteira, noutro um viajante solitário. O que mais nos alerta é um anjo, de nome Lorenzo…
Iniciamos o seu salvamento, seu corpo pequeno, pele branca, cabelos escuros parecem descansar em meio às ferragens e demais familiares.

Com a esperança de sempre, os sinais luminosos e barulho da sirenes ecoa na rodovia em direção ao hospital…
Porém não há mais tempo, aquele anjinho de 6 anos retornou ao Céu por volta das cinco horas da manhã.

O que pensar, o que sentir?
Desde que Deus me abençoou com a maior benção que um homem pode receber, essas ocorrências me machucam demasiadamente.
Pensar no meu pequeno VHS enquanto atendo é inevitável, claro, sempre com o profissionalismo intrínseco de todo Bombeiro Militar.

Dói, dilacera, destrói um pai, um socorrista, um bombeiro.

O que fica é a vontade de chegar em casa e te abraçar, carinhar, amar intensamente, meu filho!
A cada instante, a cada dia, e (se Deus permitir) por muitos e muitos anos!

Desculpem o desabafo, mas me sinto melhor escrevendo. E hoje, se cada um de vocês que lerem esse relato chegarem em casa e abraçaram com amor e ternura seus filhos, meus pensamentos estarão em paz…
Se vossos filhos estranharem a atitude, digam que o anjo Lorenzo está lá em cima brincando ao lado de Deus e queria um abraço deles…

Amém…

 

Fonte: Central de Jornalismo da Difusora