1ª Festa em honra a Santa Gianna será realizada na paróquia Sagrada Família, em Caxias

Esta será a primeira festa em honra a Santa Gianna, no Estado.

A Paróquia Sagrada Família, de Caxias do Sul, promove a 1ª Festa em honra a Santa Gianna. A programação acontece no próximo dia 28 de abril com missa às 10h30 e ao meio-dia almoço no salão paroquial.

A devoção à Santa Gianna, padroeira das gestantes e das famílias, está presente em duas igrejas no Rio Grande do Sul. Uma em Bento Gonçalves, na comunidade Nossa Senhora de Fátima, no bairro Cohab e a outra junto à Paróquia Sagrada Família, em Caxias do Sul. Esta será a primeira festa em honra a esta santa no Estado. Todo o dia 28 de cada mês, acontece uma missa em honra a Santa Gianna, às 19h30, na igreja Sagrada Família, com benção com uma relíquia da santa, para as gestantes e rosas que são distribuídas para os fiéis.

Para quem desejar participar do almoço festivo, os ingressos estão disponíveis na secretaria paroquial e com os casais da equipe administrativa. Mais informações podem ser obtidas através do telefone (54)3229.3397. A Paróquia Sagrada Família está situada na Rua Fernandes Vieira, 90, bairro Sagrada Família, em Caxias do Sul-RS.

Quem foi Santa Gianna?

Gianna Beretta Molla nasceu em Magenta (Milão) em dia dedicado a São Francisco de Assis, 4 de outubro de 1922. Foi jovem atuante na Ação Católica e estudante dedicada. Diplomou-se em medicina e em cirurgia. Depois, especializou-se em pediatria. Dentre seus pacientes, dedicava especial atenção aos idosos, aos pobres e às crianças. Casou-se com Pietro Molla, por quem nutria grande amor e tiveram quatro filhos.

Gianna deu a vida para salvar sua filha Gianna Emanuela, tendo decidido levar adiante a gravidez de risco até o fim. No entanto, sua santidade não foi fruto somente desse último momento, mas de uma vida inteira empenhada na busca de Deus, e de se deixar encontrar por Sua graça.

Gianna Beretta Molla foi beatificada por João Paulo II no dia 24 de abril de 1994, no Ano Internacional da Família. Foi canonizada em 2004.

Os milagres

Os dois milagres para a beatificação e canonização de Santa Gianna Baretta Molla aconteceram no Brasil. O primeiro foi em Grajaú, no Maranhão, em 1977, num hospital onde a própria Santa Gianna gostaria de ter vindo prestar seus serviços como médica e missionária.

O segundo aconteceu em Franca-SP, quando uma gestante cujo filho corria perigo de morte em seu útero, por ausência total de líquido amniótico desde o terceiro mês de gravidez. A mãe, Elisabete Arcolino Comparini, como Santa Gianna, não quis abortar, assumindo todos os riscos e pedindo a intercessão de Santa Gianna. A gravidez progrediu sem líquido amniótico, o que, por si só, não tem explicação científica. Ao final da gravidez, o bebê nasceu perfeito e foi aceito pela Igreja como milagre válido para a canonização de Santa Gianna.

O que
1ª Festa em honra a Santa Gianna
Quando
Dia 28 de abril de 2019
Onde
Paróquia Sagrada Família, em Caxias do Sul

 

Fonte: Diocese de Caxias do Sul